Audiência no TRT-SC termina sem acordo

Depois de analisar a liminar, o magistrado deverá marcar uma sessão extraordinária para o julgamento do dissídio coletivo pela Seção Especializada 1, o que deverá ocorrer no início da semana que vem.

Terminou sem acordo a audiência de conciliação realizada no Tribunal Regional do Trabalho nesta quinta-feira (02) para tentar por fim à greve no serviço de transporte de valores.

Os trabalhadores recusaram a proposta do desembargador do TRT-SC Jorge Luiz Volpato, que sugeriu 10,5% de reajuste salarial – um meio termo entre os 12,7% pedidos pelo Sintravasc e os 9% oferecidos pelo Sindesp (Sindicato das Empresas de Segurança Privada de Santa Catarina).

Sem conciliação, o desembargador agora irá analisar o pedido liminar do Sindesp para estabelecimento de um contingente mínimo de trabalhadores, em 70% nos horários de pico e maior risco e 50% nos demais horários.

Depois de analisar a liminar, o magistrado deverá marcar uma sessão extraordinária para o julgamento do dissídio coletivo pela Seção Especializada 1, o que deverá ocorrer no início da semana que vem.

Os trabalhadores ainda podem aceitar a proposta antes do julgamento do dissídio coletivo.

 

%d blogueiros gostam disto: