Defesa Civil recebeu mais de 80 chamados devido as fortes chuvas

A forte chuva que atingiu Videira durante a madrugada desta terça-feira (25), causou inúmeros estragos no município. A coordenação da Defesa Civil Municipal recebeu mais de 80 chamados de moradores e, desde o início da madrugada, trabalha para reestabelecer a ordem e consertar os estragos causados.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil – Dinilso Gaio, os índices de precipitação acumulada registrados são extremamente altos. “Entre às 23h da segunda-feira (24) e às 4h da terça-feira (25), choveu 85.6 milímetros, sendo que o pico foi entre à 1h e às 2h30, quando em um período de apenas 1h30 choveu 56,2 mm”, afirmou.

Todos os bairros da cidade foram atingidos. Houve registros de alagamentos de ruas, de casas e de estabelecimentos comerciais. Houve também deslizamentos de terras, quedas de muros, rompimentos de tubulações, calçamentos arrancados pela força da água e bocas de lobo obstruídas por lixo. Em alguns trechos o asfalto que vai para Anta Gorda cedeu e os motoristas precisam ter atenção ao trefegar pelo trecho. Houve inundações causadas pelo Rio do Curtume, que pelo excesso de água acabou saindo da tubulação em determinados locais. Além de uma moto e 17 carros atingidos por quedas de muros ou alagamentos.

Gaio alerta os motoristas e pedestres para terem cuidado ao passar pelas vias atingidas. “Todas as equipes de trabalho do Departamento de Serviços Urbanos (DSU) estão trabalhando para limpar as ruas e locais atingidos, pois há muito material em cima das vias. Bem como consertar os estragos, refazer tubulações e desobstruir as bocas de lobos. Estamos fazendo o possível para que tudo se reestabeleça o mais rápido possível, Contudo, a quantidade de estragos é muito grande e a estimativa é que até o final de semana esteja tudo em ordem novamente”.

A previsão de chuva segue até a quinta-feira (27), porém com menos volume e intensidade. A recomendação da Defesa Civil é que se tenha atenção redobrada com os locais que já foram atingidos. Em caso de reincidência deve-se procurar um abrigo seguro, em casa de familiares ou amigos, objetivando a segurança das pessoas.

estragos-chuva-7estragos-chuva-8estragos-chuva-1estragos-chuva-2estragos-chuva-3estragos-chuva-4estragos-chuva-6estragos-chuva-9estragos-chuva-10estragos-chuva-11estragos-chuva-12

%d blogueiros gostam disto: