Vivemos em um mundo diferente!

Há poucos dias conversei com a mãe de uma das alunas da escola onde trabalho e percebi ela muito aflita. Ao perguntar da filha, ela logo me diz: “estou louca para que chegue o dia 1º de fevereiro”.

Neste momento a percebi muito aflita e ao retornar para casa não consegui parar de pensar em como nós mães estamos sempre correndo atrás de tudo, ora para cuidar dos filhos, ora por causa do trabalho e neste caso específico as férias dos filhos.

Muitas vezes não observamos tais dificuldades porque não a vivemos, mas quando conversamos com alguns pais percebemos o quando é difícil resolver a situação de ter o filho em casa e os pais terem que sair para trabalhar.

Sempre falo que tenho o privilégio de tirar férias junto com meus filhos e como isso é bom, pois podemos ficar mais tempo juntos, sair para passear, ir ao cinema, ou ficar em casa assistindo TV, mas os pais que tem que trabalhar precisam achar uma alternativa. Aqueles que têm parentes, avós, tios que moram na mesma cidade e podem cuidar ficam um pouco mais tranquilos outros optam pelas colônias de férias mas podem esbarrar no problema financeiro.

Me pergunto então, e como era antigamente? A resposta é muito fácil, não existia este problema; as mães não tinham uma profissão, elas simplesmente ficam em casa cuidando dos filhos e das tarefas do lar. Os filhos brincavam na rua com os amigos até à noite e quando a mãe chamava as crianças tomavam banho, iam dormir para no outro dia fazer tudo de novo.

Agora nossos pais trabalham em tempo integral e muitas vezes nem voltam na hora do almoço, algumas famílias não tem avós ou parentes por perto e a torcida para que o dia da voltas as aulas chegue é muito grande.

Por estes e outros motivos afirmo com todas as letras que o mundo em que vivemos é diferente.

Há uma necessidade de que nossos pais trabalhem, nosso custo de vida é muito mais alto do que era antigamente e além de tudo procuramos dar aos nossos filhos algumas coisas que na nossa época não existiam.

Ainda não sei qual modelo de vida está certo, pois ainda estamos plantando valores em nossos filhos e os resultados somente saberemos mais tarde, já o modelo de nossos pais já conhecemos o resultado. Precisamos seguir em frente para que lá na frente colhamos bons frutos como nossos pais colheram, afinal aqui estamos.

%d blogueiros gostam disto: