Ano letivo começa na rede estadual

Escolas integrantes da 9ª Agência de Desenvolvimento Regional (ADR), programaram uma série de ações para receber os estudantes.

O primeiro dos 200 dias letivos da rede estadual de ensino foi nesta segunda-feira, dia 13, e o acolhimento dos alunos foi regado de muitas boas energias. A preparação foi dos professores e da direção das 21 unidades escolares pertencentes a área de abrangência da 9ª Agência de Desenvolvimento Regional (ADR). Ao todo, mais de 8500 alunos estiveram participando desse momento.

Para o secretário executivo da 9ª ADR, Euro Vieceli, o acolhimento é um processo importante para a vida escolar “Esse é o primeiro contato do ano dos alunos com as escolas, professores e colegas. A receptividade neste dia é importante, pois além de torná-los participantes, promove esse engajamento e envolvimento necessário” afirmou.

Para o aluno Gabriel de Mello Dias dos Santos, de seis anos, o dia foi muito diferente. Ele que tem síndrome de down, deixou a Apae, e passou a ser incluído no ensino regular. Na EEB Josefina Caldeira de Andrade, em Videira, encontrou novos amigos, professores e uma nova escola, que o recebeu de braços abertos.

Para a mãe, Janine Domingues de Melo, a escola está adaptada para receber e atender o seu filho. “Conheço a estrutura e o quadro de professores e tenho certeza que meu filho será bem atendido” afirmou. Essa garantia é um compromisso da escola, que possui mais de 15 estudantes em condições semelhantes a de Gabriel.

A professora, Tania Moraes, pedagoga, com especialização em neuropsicopedagogia, psicopedagogia, transcritora de braile e intérprete de libras, garante que todos os esforços são empregados. Ela que recebeu a turma do primeiro ano, com uma leitura de um conto de piratas garante que a interação é que promove a educação.

“É desafiador participar do processo de alfabetização de uma criança, e, quanto maior for o desafio, maior é também a motivação. Nosso objetivo é garantir que todos os alunos ingressem no segundo ano alfabetizadas” afirmou a professora destacando que o primeiro dia, também é momento de receber os pais e tranqüilizá-los.

Na acolhida da EEB Josefina Caldeira de Andrade, os professores bolsistas do Programa de Iniciação a Docência do curso de Pedagogia da Unoesc Videira (PIBID) dramatizaram um conto sobre o respeito as diferenças. Os alunos ainda foram contemplados com um algodão doce. Para Janice Aparecida Vacari Ariotti, o objetivo é demonstrar que voltar a escola é muito bom, e, estimulá-los a ampliar essa relação.

A gerente de educação, Rita de Cássia Soares, destacou que o processo de acolhimento foi realizado em todas as escolas “Cada escola, respeitando a sua individualidade, promoveram atividades específicas a fim de vem receber os seus alunos. Desejamos a todos os envolvidos que o ano seja muito produtivo e de muitas conquistas” finalizou a gerente.

%d blogueiros gostam disto: