Nova diretoria anuncia melhoria no atendimento e reforma de 40 leitos do HSDS

Na última terça-feira,04, a equipe multidisciplinar que compõe a direção do Hospital Salvatoriano Divino Salvador apresentou a imprensa local o novo diretor da instituição André Ragnini. Em entrevista coletiva foram abordados alguns projetos futuros, além da inauguração de 8 leitos reformados da UTI e a abertura do centro de especialidades.

Para o novo diretor a participação da mídia e da comunidade é muito importante nessa nova fase.

“A minha vinda para o Hospital Salvatoriano se deu através de um convite das irmãs. Estou muito satisfeito e fui muito em acolhido e nós temos alguns projetos que ainda estamos traçando. Estou aqui à uma semana e estamos ainda nos adequando e trabalhando nesses projetos mas sabemos que em breve teremos muitas novidades boas para a população. Uma delas foi a inauguração do Centro Médico de Especialidades, que tem o objetivo de trazer mais médicos para nosso município e melhorar a qualidade no atendimento. Estamos trabalhando na porta de entrada, que é o Pronto Atendimento para ter uma melhora nesses atendimentos. Abrimos mais 8 leitos de UTI que estava em reforma e um dia após a inauguração já estavam com sua capacidade máxima lotada, o que é uma coquista para Videira e região.

Sabemos que tem muita coisa a ser feita e nós temos boas perspectivas. De imediato temos como meta a melhora no atendimento, entender os anseios da comunidade e tentar melhorar isso, depois melhorar a estrutura física. Um dos projetos que já estamos trabalhando é a reforma de 40 leitos voltados ao SUS, então aos poucos vamos melhorar a parte de atendimento e a estrutura física do HSDS” pontua.

A vice Ir. Janice De Bona ressalta apesar de 40% dos atendimentos serem feitos através do Sistema Único de Saúde (SUS), o hospital é privado e atende outros municípios da região.

“Contratualizados hoje nós temos 3 municípios que seria Videira, Pinheiro Preto e Iomerê, mas a gente atende todos os municípios da região. Existem muitos pacientes que vem direto para o pronto socorro, assim como a demanda de pacientes que vem proveniente dos consultórios médicos. O HSDS é um hospital privado, filantrópico e nós temos um contrato com o Estado para atendimento dos pacientes pelo SUS. Diante disso 60% dos nossos atendimentos são pelo SUS, sendo que os outros 40% são de pacientes de convênios e particulares. Nós atendemos todos os convênios aqui de Videira e o nosso objetivo é sempre atender melhor a população, por isso estamos fazendo esses investimentos e procurar melhorar ainda mais o atendimento” salienta.

A vice diretora do HSDS, Ir. Janice De Bona, destaca que os objetivos com a abertura do Centro de Especialidades são fortalecer o relacionamento com os médicos que já atuam no hospital e oferecer condições para mais médicos possam vir para o município.

“Um dos objetivos de abrir o centro de especialidades foi justamente trazer mais médicos especialistas para cá. Hoje para se trazer um médico especialista de fora para vir para cidade você tem que garantir um aporte financeiro porque o médico precisa se sustentar assim como qualquer outro profissional. Então quando é uma especialidade que não tem, nós temos que fazer um copilado de serviços para que esse médico consiga se manter. No centro de especialidades nós vamos garantir para ele consultório, que é um custo importante para o médico, e a gente fornece esse espaço.Outro objetivo do centro de especialidades é fortalecer o relacionamento dos médicos que já estão conosco.Nosso objetivo é que todos os médicos que trabalham no Hospital estejam cada vez mais presente dentro da nossa estrutura e que também que os clientes que eles atendem sejam atendidos por nós”diz

O diretor técnico Dr. Rodrigo Pedrazzi enfatiza que o Hospital pode ser considerado um dos melhores do pais.

“Aproximadamente 70 profissionais médicos fazem parte do corpo clinico do hospital, a maioria absoluta de especialistas, então isso mostra que o HSDS tem uma qualidade muito boa e que está no nível dos melhores hospitais do pais, em especial pelas vagas de UTI e os tipos e complexidades de cirurgias que são feitas hoje aqui, sem mencionar o nível de atendimento no pronto socorro. Nós temos hoje atendimentos de alta complexidade e com uma resolutividade muito boa. Podemos destacar que na região é um dos melhores hospitais” conclui.

%d blogueiros gostam disto: