Professor do Senai Joaçaba vence competição nacional

Mais de 4 mil docentes em todo o país participaram por seis meses da plataforma Mundo Senai Docente em que compartilharam novos recursos didáticos, aprimorando ensino e aprendizagem por meio da tecnologia

Incorporar os avanços tecnológicos a aprendizagem é primordial nas novas metodologias de ensino. As tecnologias invadem a indústria e o mercado de trabalho, onde aluno e professor precisam estar alinhados com essa realidade. Em Joaçaba, o professor do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) Felipe Basso, docente dos cursos de Técnico em Mecânica e Aprendizagem pode comprovar essa tendência e foi o grande vencedor do game Plataforma Mundo SENAI. Ele postou de 370 situações entre o mês de janeiro até abril.

O game foi lançado em outubro do ano passado, a plataforma totalmente digital engajou cerca de 4 mil docentes dos departamentos regionais do SENAI de todo o país. O campeão, que registrou 11.474 pontos no ranking, será premiado com uma viagem como observador técnico para Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, no próximo mês de outubro, onde será realizado o torneio internacional de profissões técnicas, a WorldSkills 2017. Os vencedores foram divulgados nesta terça-feira (3) pela página do SENAI Nacional no Facebook. Outro docente do Senai Joaçaba, Gilberto Warken também ficou bem colocado dentro do ranking do estado.

“Os professores postavam os materiais utilizados durante as aulas, o que aprimorava o desenvolvimento das atividades com meus alunos e também acabava por compartilhar as boas práticas. O que me agregou conhecimento ao mesmo tempo em que eu podia compartilhar com outras pessoas”, diz Basso, que é docente do SENAI de Joaçaba, há quatro anos. “Iniciamos a postagem do material na plataforma mais tarde em janeiro, mas geramos muitas situações e materiais que foram auditados durante o período”.

O professor também foi aluno da unidade em 2010. Entre 2011 e 2012 fez o curso técnico, em 2013 competiu na etapa estadual da Olimpíada, onde sagrou-se campeão estadual em 2015 competiu de novo e ficou na terceira colocação.

Entre as atividades postadas na plataforma está um game que auxilia na assimilação dos exercícios das aulas de matemáticas. O professor lança o desafio e os alunos respondem as questões com o rankeamento de toda sala. “É uma maneira de agregar o celular as atividades, tornar o conteúdo de fácil assimilação e interessante”, salienta.

Os desafios podiam também ser montados em pacotes de aulas e aplicados em suas turmas. A plataforma permitia subir arquivos, fazer downloads e imprimir as produções oferecidas e compartilhadas. Outra ferramenta educacional disponível era a possibilidade de todos os conteúdos serem avaliados e, assim, as produções próprias podiam ser incrementadas por meio de feedback dos colegas.

Tudo o que os participantes faziam na plataforma Mundo SENAI gerava pontos, daí a perspectiva de um game. Os pontos atribuíam conquistas e reconhecimento dos docentes que mais utilizaram a plataforma, os mais engajados no projeto e comprometidos com a criação e o compartilhamento de interesses, conhecimento e objetos de aprendizagem.

Sobre a plataforma

O Mundo SENAI Docente foi idealizado para apoiar os educadores da instituição no planejamento e desenvolvimento de suas aulas. Durante seis meses, os instrutores que se cadastravam e entravam no ambiente virtual encontravam um grande número de recursos didáticos em formatos de vídeo, textos, fotos, gráficos, tabelas, animações e simuladores.  Além de acessar todo o conteúdo disponível, os docentes podiam criar produções próprias, estimular novas técnicas metodológicas e compartilhá-las com outros colegas nesse ambiente. Os orientadores participantes da plataforma tinham acesso a situações de aprendizagem que poderiam ser estudos de caso, pesquisas aplicadas ou problemas do dia a dia que ainda podiam ser transformadas em desafios.

%d blogueiros gostam disto: