Dia do eletricista: O profissional que ilumina nossas vidas

O Dia do Eletricista é comemorado anualmente em 17 de outubro.

A data homenageia o profissional técnico e responsável na manutenção e instalação da rede elétrica em residências, empresas e iluminação pública.

Este profissional é importante para garantir o bom funcionamento dos sistemas e equipamentos elétricos, evitando prováveis acidentes.

Na hora de realizar uma obra ou manutenção na sua residência ou imóvel, muitas dúvidas surgem e diversas delas estão relacionadas com a economia. Quando o assunto é eletricidade, a necessidade de contar com um profissional capacitado é ainda mais importante, visto que qualquer erro relacionado a está área pode causar graves acidentes.

Sendo assim, quando devo contratar um eletricista? Quais as vantagens e desvantagens de fazer vocês mesmo o serviço de elétrica? Posso instalar o chuveiro ou ventilador de teto? Tem problema fazer uma extensão elétrica caseira ou é melhor comprar uma pronta?

Quando devo contratar um eletricista?

Como foi dito, é bem comum procurar sempre a opção mais barata, mas este pensamento pode te levar a graves consequências. As pessoas que pensam assim, geralmente optam por fazer a maior parte do trabalho mesmo sem ter a capacitação necessária. Cuidado! Você pode estar colocando em risco o seu patrimônio e as pessoas que ali frequentam.

Sendo assim, a resposta da primeira pergunta é bem simples! Você deve contratar um eletricista todas as vezes que houver algum trabalho que envolva a área da eletricidade. Mas preste bastante atenção, não são todas as pessoas que se apresentam como eletricistas que são profissionais, ou seja, existem muitos amadores sem capacitação trabalhando nesta área e efetuando serviços totalmente fora das normas.

É muito importante que este profissional escolhido tenha boas referências e seja capacitado na área do serviço que você precisa. Esta é uma das formas de buscar um trabalho com qualidade, evitando riscos desnecessários.

Porque contratar um eletricista?

Tanto você quanto o eletricista não capacitado, podem cometer os mesmos erros básicos em tarefas simples como por exemplo, instalar um chuveiro ou um ventilador de teto. Dimensionamento de cabo incorreto, uso de equipamentos de má qualidade, isolamento e aterramento ruim, excesso de equipamentos provocando sobrecarregar na rede, tudo isso são erros bem comuns nos serviços realizados por pessoas não capacitadas.

Tanto numa ampliação de uma rede elétrica quando na reforma de uma já precária, deve-se pensar muito bem e evitar a utilização de fios usados ou emendados. Jamais improvise extensões, se você precisar de uma extensão elétrica para ligar um novo eletrodoméstico, compre uma nova e verifique se o produto foi inspecionado pelo órgão responsável.

O barato pode sair caro!

Economizar é importante, mas economizar corretamente é fundamental! As pessoas precisam entender que quando o assunto é elétrica, a qualidade e segurança devem ser prioridade. Se você não tiver conhecimento teórico e não seguir as normas regulamentadoras, as chances do seu trabalho não ser de qualidade são muito grandes e nestes casos, um dos resultados catastróficos que pode ocorrer é o curto circuito e consequentemente causar um incêndio de grandes proporções. Outros perigos são: Risco de choque elétrico para qualquer pessoa que tocar na fiação elétrica, durante a execução e mesmo depois do serviço concluído; Risco de incêndio, causado por uma instalação mal feita e/ou mal isolada; Queima dos aparelhos eletrodomésticos causados por curto circuito;

Sendo assim, não pense duas vezes!

Busque sempre os materiais adequadas para a atividade que será realizada e opte pelas marcas que tenham boas referências.

Jamais aceite que o eletricista faça qualquer tipo de gambiarra neste trabalho realizado. A gambiarra pode parecer uma alternativa vantajosa e prática no momento, mas na verdade ela é uma verdadeira bomba relógio. Questione sempre que achar necessário, um bom diálogo é sempre o melhor caminho para estreitar a confiança entre o eletricista e o contratante.

A Conduvale atua na área de prestação de serviços de construção e manutenção de redes de distribuição de energia elétrica, eletrificação de loteamentos, subestação de entrada de energia, iluminação pública, comércio de materiais elétricos de média e baixa tensão e iluminação decorativa.

%d blogueiros gostam disto: