BRF realiza II Dia de Campo

Evento, que buscou potencializar sinergias com parceiros, integrados, dos seguimentos de produção agropecuário, reuniu cerca de 700 produtores integrados da avicultura e suinocultura.

A BRF entende que, capacitar e oferecer acesso ao conhecimento, seja de novas tecnologias ou atualizar/reciclar processos, é uma maneira eficiente de promover um alinhamento em seu processo produtivo agropecuário de aves e suínos, disseminando novidades e potencializando sinergias junto aos seus parceiros integrados. Tudo, com foco na melhoria da atividade, na diminuição dos custos e ampliando a qualidade, atendendo demandas do mercado cada vez mais exigente, do campo a mesa do consumidor.

Por isso promoveu, na última quarta-feira(25), o II Dia de Campo, que reuniu cerca de 700 integrados que puderam visitar 33 expositores e participar de discussões específicas de assuntos que envolvem o segmento. O evento contou com mini-palestras e discussões sobre as atividades desenvolvidas nas propriedades. Os participantes foram divididos em grupos para que visitassem todos os estandes disponibilizados.

“Realizamos este evento pela segunda vez aqui em Videira e, a exemplo do que aconteceu na primeira edição, acreditamos que os resultados alcançados serão bastante importantes, pelos objetivos aos quais se propuseram, que são atualizar os integrados e repassar a eles novos conceitos inseridos em nosso processo produtivo”, explica o gerente de Agropecuária, César Pasqual.

O Dia de Campo contemplou as atividades desempenhadas na avicultura e suinucultura, desde a produção de ovos, incubatório, frango de corte, sistema produtor de leitões, sistema vertical terminador, indústria, saúde, segurança, meio ambiente e bem-estar animal. “Nossos parceiros puderam participar ativamente do evento, capacitando-se e buscando a melhoria continua dos processos com impacto na produtividade e qualidade através do conhecimento”, destaca Pasqual.

As informações angariadas durante o evento serão a partir de agora paulatinamente aplicadas nas propriedades rurais dos parceiros integrados, formando um ciclo produtivo alinhado e que aproveita as potencialidades de cada uma delas. “É assim, buscando potencializar nossas sinergias, que vamos incrementar o segmento, sempre alinhados com o anseio da companhia e do mercado”, finaliza.

%d blogueiros gostam disto: