PP incomodado

Os movimentos políticos de Esperidião Amin estão incomodando a corrente do PP que controla o partido e que vai assumir a presidência em fevereiro de 2018, guindando o presidente da Alesc, Silvio Dreveck, ao comando do partido em acordo subscrito na convenção do PP de 22 de agosto. Hoje, o ex-governador ainda preside a legenda, mas a corrente majoritária está fechada com a pré-candidatura de Gelson Merisio. O pessedista foi ponta firme com os progressistas, respaldando a ascensão de Dreveck ao comando da Alesc, apesar de pressões contrárias à engenharia.

O problema é que o ex-governador, nesta reta final de comando partidário, anda fazendo movimentos os mais diversos. Há três semanas, reuniu-se e tirou foto com Décio Lima, Pedro Uczai, Cláudio Vignatti e companhia limitada. Na semana passada, a conversa do deputado federal foi com o tucano Paulo Bauer. Amin chegou a declarar que respaldaria a candidatura do senador ao governo. Só que a corrente majoritária do PP não quer saber nem de Paulo Bauer nem de PT. Essa que é a grande verdade. Ou seja, o PP caminha também para uma situação de confronto interno, situação que já ocorre com o PSD numa extremidade e o PMDB na outra.

Direito

Está ocorrendo em São Paulo, no Anhembi, o maior evento jurídico do mundo: a Conferência Nacional da OAB. São 5 dias de discussões jurídicas com os maiores especialistas. Ontem, um dos palestrantes no painel sobre a “Recuperação Judicial de Empresas” foi o catarinense Marcos Andrey de Sousa, da Cavallazzi, Andrey, Restanho e Araujo Advocacia.

A abertura do evento foi marcada pela presença de autoridades nacionais e internacionais.

Abrangência

Conselheiro federal da OAB, Tullo Cavallazzi Filho, membro do Instituto dos Advogados Brasileiros, fez o registro do encontro com o amigo Técio Lins e Silva. Tullo está coordenando  o maior Painel de Direito Desportivo e participou da abertura do evento. São mais de 20 mil inscritos.

Contra

Previsto para entrar em votação nos próximos dias, o deputado federal Ronaldo Benedet se pronunciou contrário ao texto da Reforma da Previdência e solicita ao Governo Federal que vote primeiro a Reforma da Previdência Pública.

FRASE

“A reforma é extremamente necessária, mas ela precisa ser justa. Devemos dar o exemplo, fazer primeiro a dos políticos, dos funcionários públicos e dos altos salários do governo federal, cortar da própria carne, para depois pensar em fazer com a previdência privada.” Ronaldo Benedet.

BR-282

Com três votos favoráveis, o DNIT poderá dar sequência ao processo de restauração da BR 282 – trecho de Chapecó a São Miguel do Oeste e entroncamento da BR 158 até a divisa com o Rio Grande do Sul. O deputado federal Celso Maldaner explica que o processo estava sob judice, atrasando em um ano as obras. Isso porque as duas primeiras empresas foram desclassificadas do certame, porém um processo judicial foi apresentado pela segunda empresa.

Avaliando

Eduardo Pinho Moreira não declara publicamente, mas a interlocutores tem deixado claro que examina a possibilidade de, em assumindo o governo do Estado, disputar a reeleição.

%d blogueiros gostam disto: