Projeto proporcional

Um almoço em Florianópolis reuniu os partidos que estão alinhados com a pré-candidatura de Gelson Merisio (PSD) ao governo do Estado. Presidentes e detentores de mandatos de PP, PSB, PDT, Podemos, PRB, PSC, Solidariedade, PROS e até de um possível aliado, o PCdoB, conversaram sobre estratégias e propostas para a eleição deste ano.

Os deputados Silvio Dreveck (PP) e Natalino Lazare (Podemos), além de Paulinho Bornhausen (PSB) e o ex-ministro Manoel Dias (PDT), entre outras lideranças, destacaram a importância do bloco caminhar unido, como fez até aqui, em especial pela possibilidade de mais partidos se agregarem ao projeto até agosto.

Fica clara a estratégia deste bloco. Tentar eleger a maioria dos deputados estaduais que assumirão em 2019. Pelo menos 21 nomes, considerando-se que o PSD projeta eleger entre oito e nove deputados; o PP até cinco (podendo chegar a seis), PDT e PSB, entre dois e três, Podemos de um a dois e também a manutenção da cadeira de Narcizo Parisotto (PSC).

Presença

Destaque também para a participação da ex-deputada estadual Angela Albino (PCdoB), do deputado Narciso Parisotto (PSC) e do presidente do PRB em SC, Sérgio Motta. Merisio organizou o encontro, mas não pode participar. Viajou para São Paulo para um compromisso particular.

Fator Itajaí

Merisio e o PP vão fazer força para que o ex-prefeito de Itajaí, Jandir Bellini, dispute cadeira na Alesc. Consideram que as chances de ele se eleger são muito grandes. Evidentemente que o retorno do ex-prefeito de quatro mandatos não atrapalharia o projeto do vereador Thiago Morastoni (MDB), filho do atual prefeito, Volnei Morastoni. Bellini tiraria votos da tucana Anna Carolina, ex-vereadora e candidata a prefeita em 2016.

Magistrados

A nova diretoria executiva e os conselhos deliberativo e fiscal da Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC) serão empossados no dia 10 de março, às 10h30, na sede administrativa da entidade, em Florianópolis. Eleita em dezembro do ano passado, a juíza Jussara Schittler dos Santos Wandscheer assumirá a presidência da AMC, juntamente com o juiz Vitoraldo Bridi (1º vice-presidente) e o desembargador aposentado Alcides dos Santos Aguiar (2º vice-presidente).

Erro histórico

A lei federal nº. 13.617/2018, sancionada pelo presidente Michel Temer em 11 de janeiro de 2018 e publicada no Diário Oficial da União de 12 de janeiro, atribui, equivocadamente, ao município de Santa Teresa, no Espírito Santo, o título de “Pioneiro da Imigração Italiana no Brasil”, que de fato pertence a Colônia Nova Itália, no município de São João Batista, Santa Catarina.

Apoio

A fim de corrigir o erro, cresce no Estado o movimento político para que o presidente revogue o decreto e edite outro, fazendo justiça ao Estado. O historiador Paulo Vendelino Kons é o Coordenador do Movimento “SC Requer a Correção do Erro Histórico”. O senador Dalirio Beber também já aderiu ao grupo.

Mulher presidente

A defensora Ana Carolina Dihl Cavalin assume nesta quinta-feira, Dia Internacional da Mulher, o comando do órgão responsável pela assistência jurídica gratuita à população carente de Santa Catarina. Ela substituirá o defensor público-geral Ralf Zimmer Junior, que assumiu o cargo em setembro de 2016.

%d blogueiros gostam disto: