Napoleão e as perspectivas eleitorais

O ex-prefeito de Blumenau e pré-candidato ao Senado, cumpriu agenda no Planalto Serrano. Esteve em Urubici, São Joaquim e Lages, onde prestigiou o encontro Regional do PSDB Mulher. O estímulo a uma candidatura ao Governo do Estado foi latente em todas as agendas. Napoleão esteve com lideranças locais, concedeu entrevistas para vários veículos de comunicação e recebeu muito incentivo por onde passou. A agenda foi acompanhada pelo empresário Roberto Amaral (PSDB), pré-candidato a deputado estadual.

Napoleão, agora ex-prefeito, mostra que está decidido a ampliar suas fronteiras para além do Vale do Itajaí. É o caminho correto a seguir. Pré-candidato ao Senado, o tucano está animadíssimo com as perspectivas.

Não está descartada a possibilidade dele inclusive alçar voo mais alto já neste pleito. Dependendo dos acontecimentos até as convenções que irão estabelecer as nominatas e coligações para o pleito deste ano, o jovem líder pode até mesmo encabeçar uma chapa. Pura do PSDB ou em composição com outras legendas.

Vai depender também do cenário nacional. Ainda não dá pra dizer que o projeto de Geraldo Alckmin estará de pé em julho ou agosto. E qual o caminho tomará o MDB. Candidatura própria, aliança com os tucanos ou haverá o libera-geral nos Estados para a turma do Manda Brasa. De qualquer forma, Napoleão sinaliza que está disposto a encarar novos desafios!

Despontando

Ex-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual de vários mandatos, ex-presidente do PP de Santa Catarina, Joares Ponticelli, vem se destacando entre os prefeitos da nova safra em Santa Catarina. Consegue aliar a larga experiência político-administrativa com a disposição de fazer diferente. Vencedor da eleição de 2016 na segunda maior cidade do Sul catarinense, Ponticelli tem tomado medidas ousadas. Nesta toada, poderá pensar em voos mais altos ali adiante.

No freezer

O prefeito congelou o próprio salário e estabeleceu um teto municipal. Até o fim do mandato dele, em 2020, os vencimentos de Ponticelli serão os mesmos e ninguém poderá ganhar mais do que ele.  Os procuradores do município ganhavam uma vez e meia o que ganhava o alcaide tubaronense. Houve cortes e atualmente ninguém recebe acima do teto salarial que é o vencimento do prefeito. A gritaria é grande, mas os ajustes têm respaldo na população da cidade.

Fim da farra

Joares Ponticelli também foi pioneiro ao acabar com o ponto facultativo, que são aquelas folgas que o funcionalismo costuma emendar em feriados que caem, por exemplo, numa quinta -feira (daí já se enforca a sexta também). Recentemente, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, adotou a mesma medida para os servidores da Capital

Ato anulado

A Justiça Federal anulou ato da Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) que exonerou o Corregedor-Geral da Instituição, Rodolfo Hickel do Prado, do cargo. Ele havia sido exonerado após denunciar desvios de verbas públicas na UFSC e tentativas de interferência em seu trabalho, que originaram a Operação Ouvidos Moucos.

Queda-de-braço

A 3ª Vara Federal de Florianópolis concedeu mandado de segurança impetrado por Hickel para anular a portaria, assinada pelo Reitor Ubaldo Baltazar (eleito novo reitor da universidade), que o exonerava das funções de Corregedor-Geral da UFSC.

CGU

Na decisão, o juiz Osni Cardoso Filho apontou que Ubaldo não poderia ter exonerado o servidor antes de uma eventual manifestação favorável da Controladoria Geral da União (CGU).

%d blogueiros gostam disto: