O hábito de ler começa bem cedo

Desde que o bebê ainda está na barriga da mãe pode-se introduzir a leitura, para ele ou ela. Este é um hábito que é criado e por este motivo, requer tempo e dedicação.

Com o tempo este trabalho vai se intensificando e o que antes era uma obrigação, agora torna-se um hábito prazeroso e rotineiro.

Assim também acontece na escola, as histórias são contadas diariamente, o que faz com que as crianças de modo geral, prestem atenção e mergulhem no mundo da imaginação. As histórias proporcionam às crianças uma gama de possibilidades e mostrando que naquela história tudo é possível.

Isso acontece quando ouvem as histórias clássicas como Os Três Porquinhos, Chapeuzinho Vermelho, Os Sete Cabritinhos e tantas outras conhecidas; a reação de espanto, alegria, medo estão presentes a cada página que é virada e a euforia, apesar de conhecer a história é sempre diferente. Esta experiência é única e faz com que os alunos aprendam a diferenciar o real do imaginário

Tornar tudo isso possível, é preparar as crianças para serem adultos aptos ao mercado de trabalho, pois a leitura proporciona vocabulário, destreza e entendimento ao escrever e uma visão diferenciada do mundo em que estamos inseridos.

Tudo o que as pessoas leem transformam em conhecimento, assim a leitura, não necessariamente precisa ser de um livro, mas também de jornais, revistas, gibis ou qualquer outro material de cunho informativo, que o leitor possa transformar em conhecimento.

A leitura proporciona um aumento da capacidade de escrita, de argumentação, além de trazer um enriquecimento relevante no vocabulário do leitor, em sua forma de se expressar.

É necessário melhorar este quesito em nosso país, tornando as pessoas leitoras assíduas. O índice de leitura e interpretação em provas aplicadas em crianças e adolescentes do nosso país ainda é muito baixo perto dos países mais desenvolvidos.

O ato de ler faz com que o indivíduo leitor tenha respostas para o mundo e para o que está acontecendo ao seu redor. Quando uma pessoa lê, ela passa a ter uma nova opinião sobre o tema lido, desde política até assuntos relacionados à culinária. Desta forma, se a criança é estimulada a ler desde pequena ela com certeza será um adulto questionador e crítico, assim, o indivíduo que não lê não terá base literária e experiências para formar opinião sobre qualquer assunto.

%d blogueiros gostam disto: