Musculatura política

Se alguém tinha dúvida, já não tem mais. Politicamente, o projeto de Gelson Merisio, pré-candidato do PSD ao governo, está com grande musculatura. Força que foi exibida no sábado, em Chapecó, em evento que demonstrou o tamanho do alcance que tem hoje o líder pessedista.

Ele reuniu em sua base eleitoral nada menos do que representantes de 11 partidos. Foram 21 deputados estaduais, 108 prefeitos, centenas de vices e vereadores aliados. No total, cerca de 10 mil pessoas engrossaram o coro daqueles que estão ao lado de Merisio.

Raimundo Colombo marcou emblemática presença, já que até março alimentava, ainda que reservadamente, o sonho de renovar os votos nupciais com o MDB, partido do qual Merisio não quer nem ouvir falar para composição de chapa em 2018.

Pelo PP, o presidente estadual da sigla, Silvio Dreveck, assim como uma penca de outros progressistas, não só foi ao evento de Merisio, como fez forte discurso de apoio ao deputado.

Números

A quem quer ouvir, Gelson Merisio assinala que desempenho em pesquisa, ainda no período pré-eleitoral, não será o critério para a escolha do cabeça de chapa. Ele defende a renovação e a quebra do modelo atual, montado em 2002, a partir da polialiança de Luiz Henrique da Silveira. Recado claro a Esperidião Amin, que aparece bem nas sondagens eleitorais, mas já foi governador duas vezes e candidato em outras duas oportunidades.

Ausentes

O PSDB não apareceu no evento de Gelson Merisio. Paulo Bauer, ungido em abril como pré-candidato tucano ao governo, não foi convidado. Merisio argumenta que não faria sentido a presença do PSDB, uma vez que o partido anuncia que lançará cabeça de chapa. Posição que seria irreversível.

FRASE

“Você é nosso coordenador, nosso líder para essa caminhada, Merisio. Agora é arregaçarmos as mangas e trabalhar, trabalhar e trabalhar cada dia mais, rumo à vitória!” Ex-governador Raimundo Colombo.

Grupo

Foram a Chapecó, no sábado, lideranças e dirigentes de outros 10 partidos além do PSD. Circularam pelo Parque da Efapi cardeais de PP, PSB, PDT, Podemos, Solidariedade, PROS, PSC, PRB, PRP e PHS.

Caminho virtual

Por conflito de agenda, algumas lideranças enviaram as mensagens de apoio, em forma de vídeo, a Gelson Merisio. Foi o caso do ex-governador Esperidião Amin, que gravou: “Desejo sucesso e uma festa bonita e, acima de tudo, o fortalecimento do nosso propósito de fazer o bem por Santa Catarina. Todo sucesso!” Além dele, gravaram mensagens o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab e o vereador de Florianópolis Pedro Silvestre (PP).

Na base

O grande anfitrião do pré-lançamento da candidatura de Gelson Merisio foi o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon. O pessebista fez um discurso inflamando, destacando o sentimento regional e destacando a força do Oeste.

Mobilização

Em Santa Catarina, nunca houve mobilização política tão forte a partir do Oeste de Santa Catarina, região que reclama há décadas melhor atenção dos governos estaduais.

%d blogueiros gostam disto: