Vereadores votarão quatro projetos nesta terça-feira, 12

Serão duas propostas em primeiro turno e duas em segundo turno

No fim da tarde desta segunda-feira, 11, os vereadores membros das comissões estiveram reunidos para debater sobre os projetos que estarão em votação na sessão desta terça-feira, 12. Assim, ficou definido que serão apreciados quatro projetos – dois em segundo turno e dois em primeiro turno de votação.

Será votado em segundo turno o Projeto de Lei número 47/2018, de autoria da Mesa Diretora da Câmara, que autoriza o Poder Legislativo a realizar despesas com eventos relacionados à Escola do Legislativo. Pela proposta, poderá ser gasto até R$ 100 mil para a realização das atividades que visam promover os ideais da Escola durante o ano de 2018.

Também será votado em segundo turno Projeto de Lei número 48/2018, de autoria dos vereadores Albertina de Barros, Carlos Demenek, Gilberto Thibes de Campos, Nédio Martins, Rafael Balestrin e Wilmar Antunes Pereira. A proposta visa denominar ruas dos loteamentos Santi (bairro São Cristóvão), São Lucas II (bairro Universitário), Linha Bonita (bairro Amarante), Gemelli e Recanto da Natureza (ambos no bairro Santa Gema). As vias receberão nomes de pessoas que contribuíram de alguma forma com a comunidade videirense, a fim de homenagear e reconhecer o trabalho executado em prol do desenvolvimento no município.

Já em primeiro turno será votado o Projeto de Lei Complementar número 12/2018, que altera as disposições contidas na Lei Complementar número 122/12, de 04 de abril de 2012, que dispõe sobre o novo Plano de Cargos, Vencimentos e Carreira do Magistério Municipal. O PLC altera aspectos da hora-atividade, como o conceito e a permissão para que ela seja efetuada dentro ou fora das unidades escolares. O objetivo é facilitar o cotidiano do professor, uma vez que nem todas as escolas possuem espaço específico para o cumprimento da hora-atividade.

Também em primeiro turno será votado o Projeto de Lei número 49/2018, que altera as disposições contidas na Lei número 2.307/10, que institui o Programa de Bolsas de Estágio para estudantes no âmbito da Administração Municipal. Se aprovado também em segundo turno, o projeto permitirá que o gerenciamento das contratações de estagiários seja feito pela própria Prefeitura, o que deve gerar uma economia de R$ 1,7 mil por mês, de acordo com o Executivo.

As sessões acontecem todas as terças-feiras, às 18h45min, no Plenário da Casa, situado na rua Adolfo Konder. Todas as sessões são abertas à participação do público, que pode acompanhar tanto presencialmente ou via internet, por meio da transmissão ao vivo, pelo canal da Câmara no Youtube.

%d blogueiros gostam disto: