fbpx

DAC fala sobre encerramento das atividades em Videira

Em nota emitida na última quarta-feira (25) a prefeitura de Videira informou que a empresa DAC, responsável pelo serviço de estacionamento rotativo, não pretende renovar o contrato com o município.

A prefeitura informou que lançará novo Processo Licitatório para a contratação de outra empresa que irá explorar tais serviços, onde será estabelecido o novo preço decorrente do certame licitatório.

Confira a nota oficial.

Diante de manifestação interposta junto ao Ministério Público à respeito do reajuste da tarifa de estacionamento rotativo, àquele órgão emitiu RECOMENDAÇÃO ao Município para que anulasse o aumento anteriormente concedido, aplicando os reajustes acumulados durante o contrato tão-somente com base no IGPM, acumulado no período em que a tarifa não teria sido reajustada.

O contrato mantido com a empresa DAC (prestadora do serviço de estacionamento rotativo), firmado em 06.08.2014, tem como seu termo final o dia 06.08.2018 e por essa condição, o Município notificou a empresa se teria interesse em dar continuidade na prestação dos serviços nos valores calculados em obediência a recomendação do MP.

Em resposta a empresa DAC informou o Município que não teria condições de prestar os serviços em valores inferiores aqueles praticados atualmente.

Diante disso, em atendimento a RECOMENDAÇÃO, o município não efetuará a renovação do contrato com a empresa DAC e lançará novo Processo Licitatório para a contratação de empresa que irá explorar tais serviços, onde será estabelecido o novo preço decorrente do certame licitatório.

Pedimos a compreensão dos cidadãos, pois a partir do dia 06.08.2018 até a contratação de nova empresa, não haverá controle no estacionamento público rotativo nas ruas da cidade, o que poderá gerar transtornos, porém permanece inalteradas as obrigações quanto ao cumprimento das normas do Código de Trânsito Brasileiro.

O Município envidará todos os esforços para devolver os serviços na maior brevidade possível, contudo, o processo deverá ocorrer dentro da estrita legalidade.

A empresa DAC, que é responsável pelo estacionamento desde 06\08\2014 alega não ter condições de prestar os serviços em valores inferiores aos praticados atualmente. Em entrevista ao Jornal Folha a assessoria da empresa agradeceu a população e se colocou a disposição para esclarecer qualquer dúvida.

Confira a nota

Primeiramente gostaríamos de agradecer aos Videirenses pelo tempo que trabalhamos na cidade e esclarecer que sempre foi buscado o melhor para cidade e para os usuários do estacionamento rotativo de Videira.

A empresa continuará funcionando em Videira até 6 de Agosto de 2018. No entanto, o contrato ficou inviável para mantermos a operação, lamentamos porque são 33 empregos diretos, sendo que após o dia 6 de agosto os funcionários serão demitidos, além de todos os fornecedores que também são da cidade de Videira e principalmente porque o sistema eletrônico foi muito aceito, a população videirense baixou o aplicativo RodaVaga e fez uso, tendo a disposição o fracionamento minuto a minuto, pagando apenas pelo tempo que permanecer na vaga através do ticket eletrônico, tendo a comodidade do ticket automático que basta o usuário controlar o tempo e ter crédito na conta, porém, pela insatisfação da minoria, a maioria da população será prejudicada pela falta de fiscalização do estacionamento rotativo.

A PARK EXPRESS sempre primou pela qualidade e eficiência no serviço prestado, sendo que o sistema atualmente utilizado na Cidade de Videira através do aplicativo RodaVaga virou uma referência para as demais cidades, onde conseguimos elevar o nome da cidade de Videira para o Brasil todo.

Quando fomos informados da recomendação do Ministério Público explicamos a situação financeira da empresa e que daquela forma recomendada com a tarifa menor, não teríamos condições de manter os serviços e, o contrato, que já estava desequilibrado, tornou-se inviável para a Concessionária, por isso optamos pela não renovação.

Até 06 de Agosto de 2018 o estacionamento Videira funcionará normalmente, sendo que até esta data deverão ser seguidas as regras do rotativo.

Sobre os créditos adquiridos pelos usuários, o procedimento será o mesmo adotado em 2014, quando assumimos, que é a validação, aproveitamento ou troca dos créditos pela Concessionária que se sagrar vencedora do novo certame e assumir o serviço.

%d blogueiros gostam disto: