Master apresenta nova unidade

Com investimentos totais na ordem de R$ 100 milhões, cujos recursos serão financiados pelo BRDE/BNDES, a nova unidade de abate e processamento da Master Agroindustrial entrará em operação em janeiro, fornecendo matéria-prima para a indústria Sulita e gerando emprego e renda para toda a região. A primeira fase do empreendimento, de adequações no parque fabril localizado no Cetrevi, está sendo implantada e permitirá que a planta opere, inicialmente, com capacidade para abater 750 suínos por dia. O projeto de consolidação total da nova unidade prevê que sejam abatidos 3.000 suínos ao dia, até 2021.

Os investimentos que consolidam a expansão integram o Plano Master 23 – um planejamento estratégico da companhia que está em curso desde o ano passado e pretende posicioná-la em um patamar produtivo ainda mais avançado, aproveitando sinergias, ampliando seu portfólio e aumentando a sua participação de mercado. Neste sentido, a nova unidade, além de fornecer matéria-prima para a atual planta industrial de Monte Bérico, também terá linhas de produção de cortes “in natura” e de processados, direcionados aos consumidores do Brasil e mercado externo.

“Vamos aproveitar nossa capacidade produtiva localmente, oferecendo uma nova dinâmica para a indústria Sulita, alcançando um novo patamar de atuação, gerando emprego e renda para toda a região. Um passo importante, que queremos dividir com a comunidade”, enfatiza o diretor-superintendente, Mario Faccin. Por isso, a empresa abre as portas da nova unidade no próximo dia 10 para receber autoridades e lideranças, que terão oportunidade de ver de perto o empreendimento – além de conhecerem mais da sua atuação.

Atualmente, além da adequação física do local  –  que consolida a sua fase industrial – a Master está atuando junto aos órgãos reguladores e de fiscalização na efetivação de todas licenças necessárias para o início da operação, em 2019. “São frentes de trabalho que estão sendo desencadeadas com objetividade, para que possamos iniciar os abates muito em breve”, destaca Faccin. Segundo ele, para atender à demanda operacional, a empresa já iniciou os processos de contratação da mão de obra.

Unidade De Abate – Números

– R$ 100 milhões em investimentos.

* Deste montante, R$ 50 milhões nesta primeira etapa

– 960 empregos diretos e 3.840 indiretos

* Imediatamente, 150 empregos diretos e 600 indiretos

– 750 suínos abatidos por dia no primeiro semestre 2019 e, 1.500 no segundo semestre 2019 com quadro de 420 postos de trabalho diretos

* Em 2021, o abate e processamento de 3.000 suínos por dia e 960 postos de trabalho diretos.

A Master

A Master é uma empresa videirense que hoje se configura na maior produtora individual de suínos do Brasil. Sua estrutura é composta por sete granjas, três fábricas de rações, uma indústria de alimentos e, agora, uma unidade de abate e processamento. Está integrada à vocação das regiões onde está inserida para produzir alimentos com qualidade e tecnologia, fortalecendo parcerias, valorizando sua origem e contribuindo significativamente para a evolução do setor. Atualmente são 32 mil matrizes suínas, produz cerca de 900 mil suínos por ano e conta com mais de 290 parceiros integrados, 850 funcionários além de inúmeras parcerias em outras áreas – a exemplo da logística, toda ela terceirizada.

%d blogueiros gostam disto: