Há 38 anos, era iniciado nos Estados Unidos o serviço bancário pela internet

Cada vez mais, tem crescido o uso de serviços bancários pela internet por meio de uma página segura de banco. O home banking, serviço bancário por computador, foi utilizado pela primeira vez, nos Estados Unidos, em 9 de outubro de 1980. Na época, a evolução e a prática da internet banking eram muito diferentes.

Para realizar uma operação bancária o cliente acessava sua conta por meio do telefone fixo. Esse modelo percorreu um longo caminho … E, atualmente, as visitas regulares aos caixas tem sido substituídas pelo internet banking.

A preferência se justifica pela comodidade e conveniência de se estar em qualquer lugar e poder utilizar o serviço a qualquer hora para fazer pagamentos de contas, transferências de valores, contratar empréstimos e consultar extratos.

Alguns clientes evitam fazer transações bancárias por computador porque consideram o meio vulnerável. Mas, o número de fraudes devido a problemas do banco e não do cliente é muito pequeno. Práticas do banco convencional como clonagem de cartões, assinaturas falsas e roubo de identidade são crimes muito mais comuns do que fraudes eletrônicas.

A segurança do serviço é garantida por senhas simples, como no caso de muitas páginas de compra. A transmissão dos dados é criptografada, recebe uma codificação secreta, tornando quase impossível se obter ou modificar a informação depois de enviada.

O Internet banking é menos seguro para o usuário DESCUIDADO. É essencial dominar tecnologias de informação e acesso à internet para não colocar dados em risco. Assim, alguns bancos exigem limite de idade no segmento de clientes.

Segundo a Febraban – a Federação Brasileira de Bancos, o celular é atualmente o canal preferido do brasileiro para fazer transações bancárias, o chamado mobile banking, com 34% das movimentações.

Em segundo lugar está o internet banking, com  23% do total. Isso significa que, mais da metade das transações bancárias, no Brasil, tem sido resolvidas pela internet.

Fonte: Agência Brasil

%d blogueiros gostam disto: