Estudantes visitam indústrias químicas em Jaraguá do Sul e Brusque

Acadêmicos do curso de Engenharia Química da Unoesc Videira realizaram visitas técnicas em grandes indústrias de Santa Catarina. A primeira foi na WEG S.A, no dia 11 de setembro, em Jaraguá do Sul, e no dia 11 de outubro na Químisa, em Brusque.

As visitas para essas duas grandes indústrias foram planejadas com o objetivo de conhecer como funciona o ambiente de uma empresa em pleno funcionamento e todos os fatores teóricos implícitos nela. A ocasião serviu também, para promover o estreitamento de vínculo de amizade e parceria entre veteranos e calouros.

Para o professor Iomarques Vieira de Moraes, são momentos e oportunidades que auxiliam muito o ensino e exemplificam como o curso de engenharia química proporciona diversas oportunidades de empregabilidade em setores bastante variados.

Em Jaraguá do Sul, o grupo de alunos e professores visitou também o museu da WEG, onde aprenderem mais sobre a história da empresa, uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo, atuando nas áreas de comando e proteção, variação de velocidade, automação de processos industriais, geração e distribuição de energia e tintas e vernizes industriais, entre outros produtos, e sobre a evolução dos motores e de outros produtos durante o tempo.

Na mesma noite, aproveitaram a presença na cidade, e foram jantar e se divertir no Jaraguá do Sul Park Shopping.

Já no mês de outubro, acadêmicos de diferentes fases do curso de Engenharia Química da Unoesc Videira realizaram viagens técnicas à empresa Química na cidade de Brusque, que é uma das maiores distribuidoras de produtos químicos da América Latina, atuando em vários segmentos: agrícola, têxtil, com linha completa para lavanderias, estamparias e tinturarias, nutrição animal, ramo alimentício, papel e celulose, tintas e vernizes, tratamento de água, entre outros.

Durante a noite, os alunos aproveitaram para conhecer a Oktoberfest em Blumenau, a maior festa da cultura germânica em todo o mundo, fora da Alemanha.

Para o acadêmico Leonardo Rech, as visitas técnicas aliadas a esses passeios recreativos são fundamentais para quebrar a monotonia e fazer com que todos fiquem mais próximos.

Quando entrei no curso tinha dúvidas, mas com o passar do tempo, eu tenho cada vez mais certeza que escolhi o melhor curso e que poderei escolher entre diversos caminhos depois de me graduar—. “

Com essas ações, o curso de Engenharia Química demonstra um diferencial, preocupando-se com a inserção do acadêmico no ambiente industrial, mostrando as diversas funções que serão possíveis atuar como engenheiro químico e também realizando uma integração entre professores e alunos— concluiu o professor Iomarques Vieira de Moraes.

Fonte: UNOESC

%d blogueiros gostam disto: