Regional de Saúde de Videira pode fechar

Uma reunião realizada na tarde da quarta-feira, 30, na sede da Amarp, discutiu medidas para tentar manter em Videira a Regional da Saúde.

Com a extinção das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs), o governo do estado, dentro da reforma administrativa que está sendo proposta, também estuda a desativação de 13 regionais de Saúde em Santa Catarina, deixando apenas sete – Videira estaria no pacote das cidades que perderiam o órgão.

O encontro reuniu autoridades do setor que estudam meios e formas para conscientizar o governo de manter essa unidade em funcionamento. São vários os argumentos que serão apresentados e que colocariam Videira em vantagem – um exemplo é a rede de frios construída recentemente junto a ADR. A responsável pela Regional de Saúde, Monica Vanz, comenta o que vem sendo discutido.

“Algumas pessoas confundem as ADRs com as Gerencias de Saúde. A Regional de Saúde de Videira foi criada no ano de 1993, sendo efetivamente implantada pela Associação de Municípios AMARP em fevereiro de 1994, então ela existe há 25 anos. As Agências de Desenvolvimentos Regionais, antigas SDRs , foram criadas há 15 anos, então nós já atuávamos 10 anos antes da criação das ADRs.  O que nós temos de diferencial é que as ADRs vieram com um número menor de municípios para atender a questão de regionalização no que dizia respeito as questões administrativas. A Regional de Saúde passou a fazer parte da ADR para fins administrativos, mas nós continuamos exercendo nossa função para a saúde. No início desse ano houve uma portaria em que o governador extinguia as ADRs. Nós somos outra estrutura que prestamos atendimentos na parte de vigilância epidemiológica, vigilância sanitária, medicamentos judiciais, componentes especializados, vacinas, soros em caso de acidentes com animais peçonhentos, tratamento especializado fora do domicílio  fora do estado de Santa Catarina. Sobre o fechamento da Gerencia de Saúde de Videira nós não recebemos nenhum comunicado oficial por parte do governo, mas em algumas regionais já tivemos relatos do comunicado de desativação, passando os atendimentos para uma macro região. Nosso intuito nesse momento é destacar para as liderança políticas, econômicas e a comunidade em geral a importância da manutenção da Regional de Saúde, uma vez que a oneração dos custos para efetuar os atendimentos, que hoje são oferecidos aqui  e podem passar para uma macro região como Joaçaba ou Lages, será apenas dos municípios” salienta

Segundo ela, caso seja realmente desativada, toda a estrutura e recursos investidos na construção da Rede de Frios sediada em Videira seria perdida.

“Nós batalhamos por aproximadamente 3 anos para construir uma Rede de Frios, que é um local apropriado para armazenamento de vacinas dentro dos padrões imposto pelo Ministério da Saúde. Em agosto de 2018 foi iniciada a construção, sendo que a obra total terá 455 metros quadrados. Essa obra está em fase final e irá oferecer aos municípios um ambiente com qualidade de armazenamento, distribuição e manutenção de todos os serviços relacionados a vigilância epidemiológica e o armazenamento de vacinas. Nos caso do fechamento da Regional de Saúde essa Rede de Frios e todo valor nela investido serão perdidos” completa.

Sobre a Regional de Saúde

A Regional de Saúde de Videira existe há 25 anos e atende atualmente 20 municípios, 10 hospitais e 2 comunidades terapêuticas da região, atendendo um total de 262 mil habitantes.

Possui 21 servidores, sendo 16 efetivos, 05 ACTs e 2 servidores cedidos pelo Ministério da Saúde.

A Regional de Saúde de Videira foi a única no estado que efetivou a construção da Rede de Frios com recursos do Ministério da Saúde, sendo que em todo país apenas duas dessas unidades foram construídas. A obra está em fase de finalização com custo total da obra no valor de R$ 750.000,00.

No começo desse ano, após a desativação da ADR de Videira, a Regional de Saúde solicitou o prédio onde a agência funcionava para reduzir os custos com aluguel, além de ficar mais próxima do prédio onde funcionará a Rede de Frios.

Fonte: Com informações da Rádio Videira

 

%d blogueiros gostam disto: