fbpx

Sobe para 26 o número de casos confirmados de H1N1 em SC

Três pessoas morreram em decorrência da doença no estado

O número de casos confirmados de H1N1 passou de 16 para 26 em Santa Catarina, conforme a Secretaria Estadual de Saúde (SES-SC). O órgão também informou que três morreram por conta da doença, segundo o último boletim divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), nesta segunda-feira, 13.

Ainda de acordo com a Dive, são 32 casos confirmados para influenza, sendo seis pelo vírus A (H3N2).

Os municípios que apresentaram casos confirmados foram: Blumenau com seis casos; Florianópolis, com quatro casos; Chapecó, Itajaí e Joinville, com três casos cada; Jaraguá do Sul e Tubarão, com dois casos cada; Braço do Norte, Brusque, Camboriú, Criciúma, Lages, Maravilha, Palhoça, Pomerode e São José, com um caso cada.

Três pessoas morreram, todas pelo vírus A (H1N1). Um homem, de 52 anos, morador de Tubarão; uma mulher, de 79 anos, moradora de Blumenau; e uma mulher, de 48 anos, moradora de Jaraguá do Sul. Os três apresentaram algum fator de risco para o agravamento da doença.

Os dados são referentes ao período que compreende o início de sintomas em 30 de dezembro de 2018 até os registrados em 10 de maio deste ano.

Campanha de vacinação segue até o dia 31 deste mês

Está em vigor desde abril a Campanha de Vacinação contra a gripe. Os grupos prioritários devem procurar as unidades de saúde do estado para receber a dose gratuitamente. Saiba quem tem direito a vacina:

– crianças (6 meses a menores de 6 anos);
– gestantes;
– puérperas (até 45 dias após o parto);
– trabalhador da saúde;
– professores;
– povos indígenas;
– idosos com 60 anos ou mais de idade;
– população privada de liberdade e funcionários;
– portadores doenças crônicas e condições especiais.

Fonte: Rádio Videira

%d blogueiros gostam disto: