fbpx
Ultimas Notícias

Acusado de estupro, Neymar usa Instagram para se defender: “Armadilha!”

Neymar usa o Instagram para se defender da acusação de estupro – Instagram

Neymar veio a público, por meio de seu perfil no Instagram, para se defender da acusação de estupro. O principal jogador da Seleção Brasileira disse ter caído numa “armadilha”. Ele confirmou a relação, no entanto disse ter sido “consensual”.

Jogador usou rede social para falar expor os detalhes da relação que teve com mulher de 26 anos, cuja identidade não foi revelada pela Polícia.

Neymar usa o Instagram para se defender da acusação de estupro – Instagram

“Estou sendo acusado de estupro. É, é uma palavra pesada, uma coisa muito forte, mas é o que está acontecendo no momento. Fui pego de surpresa. Foi muito ruim e triste escutar isso. Quem me conhece sabe do meu caráter e da minha índole sabe que jamais faria uma coisa desse tipo”, disse o jogador.

A denúncia veio à tona neste sábado (01/06). Uma mulher, que teve sua identidade preservada, registrou um boletim de ocorrência acusando o jogador do Paris Saint-Germain. O caso aconteceu em Paris, em 15 de maio último. O local foi um hotel de luxo da cidade.

No documento, a vítima relata que conheceu o jogador pelo Instagram. Após trocas de mensagens, foi convidada para ir até Paris para um encontro. Um assessor do atacante, que a moça chamou de “Gallo”, cuidou dos detalhes do encontro. Ele passou os dados da passagem aérea e de hospedagem em Paris.

“Mediante violência”

O B.O. indica que a mulher viajou em 14 de maio. No dia seguinte, chegou à capital francesa, se hospedando no hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe. Neymar chegou por volta de 20h ao hotel, “aparentemente embriagado”. Após conversarem e trocarem carícias, o jogador se tornou agressivo. Em seguida,  “mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima”.

A mulher deixou a França no dia 17 de maio e explicou que, por estar abalada emocionalmente, não quis registrar o B.O. em outro país e optou por fazer em São Paulo, onde vive. O documento foi registrado na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro, e um inquérito foi aberto pela delegada Juliana Lopes Bussacos.

Fonte: ND Online

%d blogueiros gostam disto: