fbpx

Mapeamento identifica agentes culturais em Videira

Com o objetivo de elaborar um sistema municipal de políticas culturais, a Prefeitura de Videira, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura, realiza um conjunto de ações que norteiam a criação de políticas públicas acerca da cultura. Entre as ações, está a elaboração do Plano Municipal de Cultura, documento feito a partir de informações que vão traçar as diretrizes deste segmento para os próximos dez anos. Para obter essas informações, a Secretaria realiza o Mapeamento Cultural que consiste num amplo levantamento para identificar todos os agentes que atuam na área da cultura no município.

Entre os agentes culturais, estão todos os artistas nas áreas de música, dança, teatro, artes visuais, literatura e detentores dos saberes, como artesãos, confeiteiros, costureiros e benzedores. O levantamento também inclui as manifestações religiosas, empresas que atuam com eventos e construções arquitetônicas que manifestam algum tipo de tradição, como cemitérios, casas antigas e locais que representem a cultura de Videira.

Para agilizar este processo e envolver a comunidade, a secretaria está mobilizando as pessoas para se engajarem no preenchimento de um cadastro com as informações. Este processo também está disponível através do site da Prefeitura, onde foram disponibilizados dois formulários para preenchimento, um destinado a artistas e outro voltado para manifestações culturais de uma forma geral. O procedimento é todo feito de forma online.

De acordo com a secretária de Cultura e Turismo, Francini Lira de Oliveira, é fundamental que ocorra a participação da comunidade para o levantamento cultural, visto que estas informações servirão como base para desenvolvimento do Plano Municipal de Cultura. Ela informa ainda que o cadastramento das informações será feito de forma permanente, sendo possível realizar o cadastro a qualquer momento, contribuindo com a identificação, preservação, valorização e desenvolvimento do patrimônio material e imaterial de Videira.

Dando continuidade à elaboração do sistema de políticas culturais, será criado um Conselho de Cultura. Para o mês de julho está prevista a realização de um Fórum de Cultura, onde a comunidade terá oportunidade de contribuir para a construção das diretrizes e em setembro será realizada uma conferência para validação das metas estabelecidas. “Depois dessa estruturação, teremos a possibilidade de estabelecer um fundo, através do qual poderemos captar recursos para investimentos na área da Cultura”, completa Francini.

Fonte: PMV

%d blogueiros gostam disto: