fbpx

Prefeitura de Iomerê instala canal de ouvidoria on-line

Canal recebe denúncias, reclamações, sugestões, elogios e/ou fazer solicitações à prefeitura relativas à prestação de serviços públicos

A partir de agora, os iomerenses podem contar com um canal on-line para manter contato com o município. É que o município acaba de implantar em seu site (www.iomere.sc.gov.br ) o  e-OUv, um serviço de ouvidoria on-line, que é um canal direto para enviar denúncias, reclamações, sugestões, elogios e/ou fazer solicitações à prefeitura relativas à prestação de serviços públicos.

Para utilizá-lo, basta que o cidadão clique no banner disponível do site, escolha o assunto, preencha os dados e envie. O contato pode ser anônimo ou identificado. “É importante destacar que, pelo sistema, o cidadão pode realizar a sua manifestação pela internet, de forma mais rápida e prática, podendo consultar o andamento do pedido posteriormente. É uma importante medida para que se garanta a transparência nas atividades, inclusive dando credibilidade aos serviços prestados pela Prefeitura”, aponta o prefeito Luciano Paganini.

O secretário de Administração e Finanças, Douglas Francisco Zardo, destaca que a disponibilização deste serviço para a comunidade é um importante passo para o aperfeiçoamento dos serviços, mas também uma importante ferramenta para solidificar o processo de transparência da administração. “O sistema permite a interação ágil e direta entre gestor e sociedade para a resolução de problemas e a busca por soluções que beneficiem a comunidade. Para o cidadão, a principal vantagem, além da agilidade, é poder se cadastrar no sistema e, assim, ter acesso ao histórico de suas manifestações”, apontou.

Zardo ainda destaca que os demais canais de comunicação já existentes permanecem inalterados, principalmente o canal aberto e direto com o Controle Interno do município, e também no site da Prefeitura, por meio do pedido de informação. “E as inovações tecnológicas devem continuar ocorrendo no município. Em breve implantaremos a Nota Fiscal de Prestação de Serviço, entre outros serviços prestados por este novo caminho on-line”.

Fonte: Rádio Videira

%d blogueiros gostam disto: