fbpx

Governo deve liberar R$ 63 bilhões das contas do FGTS e PIS, diz jornal

Expectativa é liberar R$ 42 bilhões do FGTS e R$ 21 bilhões do PIS/Pasep – Marcos Correa/Arquivo/Divulgação/ND

A equipe econômica do governo Bolsonaro deve liberar o saque de contas ativas e inativas do FGTS e liberar recursos do PIS/Pasep como forma de estimular o consumo das famílias e impulsionar a economia, informa o jornal Valor Econômico. De acordo com o jornal, o ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende divulgar nesta quinta-feira (18), as regras para liberação desses recursos.

A expectativa é liberar R$ 42 bilhões do FGTS e R$ 21 bilhões do PIS/Pasep.
Em maio, o ministro já havia acenado com a possibilidade de liberar o saque do FGTS depois que a reforma da Previdência fosse adiante. A votação da reforma já foi aprovada em primeiro turno na Câmara na semana passada. A segunda votação foi marcada para agosto.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a liberação dos saques do FGTS seria escalonada: quem tem até R$ 5.000 no fundo poderia resgatar 35% do saldo, e quem tem até R$ 10 mil poderia sacar até 30%. De R$ 10 mil a R$ 50 mil a proporção não teria sido definida e acima de R$ 50 mil, o saque seria de 10% do saldo do FGTS, informa o jornal.

Em 2017, o governo Michel Temer liberou o saque de contas inativas do FGTS num total de R$ 44 bilhões. Cerca de 25,9  milhões de trabalhadores retiraram o dinheiro das contas do Fundo na ocasião.

Procurados, o Ministério da Economia e a Caixa Econômica Federal disseram, pelas respectivas assessorias de imprensa, que ainda não dispõem de informações oficiais para divulgar.

As consultas aos benefícios podem ser feitas no site da Caixa Econômica Federal.

Fonte: NDOnline

%d blogueiros gostam disto: