fbpx

Como lidar com a personalidade das crianças?

Cada pai, cada mãe ou cada professor tem uma maneira única de identificar a personalidade das crianças. Mas qual a forma mais adequada para tratar o assunto?

É necessário ter uma estratégia para lidar com este assunto, pois quem nunca viveu esta situação desconfortável com uma criança que atire a primeira pedra.

Para as pessoas que estão de fora dar palpites é muito fácil, mas para quem está vivenciando a situação, precisa manter o foco e tomar uma atitude na hora que acontece, seja birra, teimosia, peti ou como queira nomear.

Na maioria das vezes os ataques de teimosia acontecem quando a criança tem uma plateia, ou seja, quando estão em lugares como o supermercado, na igreja, em uma festa ou então quando recebemos uma visita. Para chamar a atenção dos pais e professores inúmeras vezes as crianças cometem atitudes reprováveis pelos adultos, mas você já parou para se perguntar por que ela está fazendo isso?

Se após a crise você perguntar por que ela fez isso, normalmente a resposta será “não sei”. Será que é somente para chamar nossa atenção? Será que esta criança precisa ser ouvida? Será que ela precisa de carinho e atenção? Ou será que está pedindo ajuda?

Eu diria que a resposta para todas estas perguntas é afirmativa. Muitas vezes passamos um curto espaço do tempo com nossos filhos e mesmo assim conseguimos perder a paciência ou dizemos que não temos tempo para brincar, ouvir, conversar ou simplesmente dar um colo.

Esta situação não é uma regra, há também famílias que conversam demais com os filhos e eles se sentem no direito de opinar em todas as conversas e decisões da família.

Qual é então a maneira correta? A maneira correta é sem dúvida o equilíbrio de todas as partes. Filhos precisam de pais presentes, de atenção e de muito amor e carinho, mas os pais precisam mostrar aos filhos que eles não podem ficar em tempo integral com eles, os pais precisam trabalhar, estudar, se divertir.

Faça um balanço do último mês e calcule o tempo que você deu atenção ao seu filho, mas lembre-se que enquanto você estiver com seus filhos eles são a prioridade, esqueça o celular, facebook ou outras coisas que possam tirar seu foco, dedique-se exclusivamente a ele e mostre o quanto seu filho é importante para você.

Na escola é a mesma coisa, no entanto trabalhamos com o coletivo, lá temos várias crianças para dar carinho e atenção e é desta forma que elas vão aprender a conviver em sociedade.         

Faça a sua parte, filhos e alunos não vem com manual de instrução e nem com botão liga/desliga, mas são um pedacinho de nós aprendendo desde cedo como irão enfrentar o mundo. Se conseguirmos ensinar da maneira correta, teremos seres humanos capazes de transformar o mundo. Vale a pena tentar, por isso brinque mais, converse mais, passeie mais e curta a vida de seus filhos e alunos… Eles crescem muito rápido.

%d blogueiros gostam disto: