fbpx

7 de 10 empregos mais difíceis de preencher estão no setor de tecnologia, mostra levantamento

Pesquisa site de empregos Indeed revela que o cargo de analista de segurança da informação é o mais difícil de preencher no país, seguindo o crescimento do setor de segurança cibernética.

Mesmo em meio a um cenário de desemprego persistente, apesar da melhora gradual na criação de vagas no país, os empregadores enfrentam dificuldades para encontrar os profissionais certos para preencher vagas.

Levantamento do site de empregos Indeed revela que 7 dos 10 empregos com maior dificuldade de serem preenchidos estão no setor de tecnologia. O cargo mais difícil de preencher é o de analista de segurança da informação, seguindo o crescimento do setor de segurança cibernética.

A pesquisa foi feita com base nos dados do site do Indeed, que agrega vagas postadas em páginas de empresas e na do próprio Indeed, e também em outros sites de vagas de emprego (exceto os que cobram por acesso). A compilação considerou as oportunidades de emprego abertas por mais de 60 dias, de março a setembro deste ano.

Para medir a dificuldade de contratação, o Indeed usa fatores como número maior de vagas de trabalho do que número de profissionais que os procuram, falta de qualificação dos candidatos, incompatibilidade com a empresa, carga de trabalho, benefícios e salário.

Veja os 10 empregos com maior dificuldade de serem preenchidos:

  1. Analista de Segurança da Informação
  2. Arquiteto
  3. Webmaster
  4. Analista de Desenvolvimento
  5. Programador/Desenvolvedor Web
  6. Analista de Banco de Dados
  7. Analista de BI
  8. Analista de Desenvolvimento de Sistemas
  9. Assistente de Recursos Humanos
  10. Engenheiro

Tecnologia é mercado competitivo

De acordo com Felipe Calbucci, country manager do Indeed no Brasil, encontrar o talento certo para ocupar cargos na área de tecnologia não é fácil porque é um dos mercados de trabalho mais competitivos atualmente.

“O mercado de trabalho em tecnologia tem cada vez mais oportunidades, mas ainda tem os cargos mais difícil de preencher. Pode ser porque esse tipo de trabalho exige uma rara combinação de qualidades: habilidades técnicas avançadas, educação especializada e um alto nível de conhecimento e visão. A maioria dos candidatos com essas qualificações acaba indo ao exterior em busca de carreiras internacionais”, diz.

De acordo com uma pesquisa da TolunaInsights com 1.060 pessoas, encomendada pelo Indeed este ano, 47% dos brasileiros acham que deixar o Brasil é essencial se eles querem ter uma carreira de sucesso em tecnologia. Para Calbucci, isso pode ser o resultado de uma forte marca empregadora de empresas internacionais. “É importante que as empresas percebam o valor agregado de serem capazes de desenvolver e exibir sua marca empregadora, a fim de aumentar a atração e a retenção dos melhores talentos”, destaca.

Além disso, o cargo de analista de segurança da informação está no topo da lista dos cargos mais difíceis de preencher, segundo o Indeed, por vários fatores, entre eles, pela proximidade da entrada em vigor da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no país, e as empresas já estão se preparando para isso. A segurança de dados é um dos maiores desafios para as empresas no mundo e, até 2023, haverá mais de US$ 151 bilhões investidos nesse mercado, aponta a empresa.

Além disso, de acordo com um estudo da Deloitte, o mercado global deve abrir mais de 1,5 milhão de vagas em segurança cibernética, mas ainda há falta de profissionais qualificados.

Crescimento no mercado imobiliário e RH

A melhora no cenário do setor de construção, com crescimento nos lançamentos e vendas de imóveis, reflete nas oportunidades de trabalho para arquitetos e engenheiros, pois a contratação de um profissional para os empreendimentos é obrigatória, segundo o Indeed.

No caso de assistente de RH, existe alta demanda de empresas que estão crescendo e contratando mais profissionais, e esse aumento gera maior necessidade de profissionais qualificados na área. Isso, mesmo em meio ao crescimento de ferramentas de inteligência artificial, que têm otimizado os processos de seleção. Segundo Calbucci, embora as ferramentas de IA sejam muito eficientes, as conexões humanas são essenciais no processo de contratação.

Para o country manager do Indeed, embora haja os cargos com maior dificuldade de preenchimento, a contratação é um desafio para muitas posições e empresas. “Por isso, ser estratégico quanto à atração de candidatos a emprego por meio de boas descrições de cargos, construção da marca do empregador e oferta de benefícios fará as empresas se destacarem em um ambiente competitivo e ajudará a preencher as posições que estão abertas há mais tempo”, conclui.

Fonte: G1

%d blogueiros gostam disto: