fbpx
Ultimas Notícias

Moisés nega privatização da Celesc

Governador respondeu a boato que iniciou nas redes sociais. 'Não há nenhum planejamento de privatizar ', garantiu

O governador Carlos Moisés da Silva negou nesta segunda-feira (16) que o governo pensa em privatizar a Celesc ou outras empresas estatais. Ele respondeu a um boato que iniciou nas redes sociais sobre uma possível venda da companhia. 

“A Celesc e a Casan são as nossas empresas mais fortes. Não há nenhum planejamento de privatizar essas empresas hoje. Nós estamos investindo para que elas deem resultado”, disse. 

Ele ainda adiantou que a empresa de energia deve ter lucro acima do esperado em 2019. “A Celesc vai nos surpreender com resultados positivos. Eu não posso falar em números aqui, mas eu tenho a certeza de que ela vai apresentar superávit histórico”, afirmou. 

Além disso, defendeu um modelo de gestão eficiente, independente da origem. “A gente entende que tanto o público quanto o privado depende muito da gestão, não de quem faz. Poderia ser uma empresa privada que não desse resultado, como a gente conhece alguns casos. Nosso projeto é fortalecer nossas empresas”, concluiu. 

Maquinário 

Moisés falou sobre a manutenção da Celesc pública durante evento de entrega de equipamentos agrícolas para prefeituras, nesta segunda-feira (16), em Florianópolis. Este foi o terceiro ato realizado pelo governo para marcar a entrega de maquinário.

Ao todo, o investimento foi de R$ 26 milhões com recursos de emendas parlamentares de deputados federais, senadores, e deputados estaduais. A projeção é de que as 498 máquinas agrícolas beneficiem 172 cidades de Santa Catarina. Moisés participou de cerimônias semelhantes em Chapecó e em Campos Novos, no início do mês. 

  
Equipamentos foram expostos na sede da Epagri, nesta segunda, durante evento de entrega.     Foto: Murici Balbinot

Fonte: RCN

%d blogueiros gostam disto: