fbpx
Ultimas Notícias

Estado tem 99 municípios infestados por Aedes aegypti e 52 casos confirmados de dengue

Dos 428 casos da doença notificados entre 29 de dezembro de 2019 e 8 de fevereiro de 2020, 197 ainda estão sendo investigados

Agentes visitam residências em busca de focos do mosquito – Foto: Prefeitura de Chapecó/ND

O Estado de Santa Catarina tem 99 municípios considerados infestados pelo mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, e 52 casos confirmados da doença. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (13) pela Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina), e leva em conta dados coletados entre 29 de dezembro de 2019 e 8 de fevereiro de 2020.

De acordo com o boletim, houve um aumento de 28% no número de cidades infestadas em relação ao mesmo período de 2019 quando foram
contabilizados 77 municípios nessa condição. A definição de infestação é realizada de acordo com a disseminação e manutenção dos focos.

No período, também foram identificados 5.994 focos do mosquito Aedes aegypti em 144 municípios. Comparando ao mesmo período de 2019,
quando foram identificados 4.085 focos em 132 municípios, observa-se um aumento de 46% no número de focos detectados.

Confira os municípios infestados:

Cidades infestadas pelo Aedes aegypti em Santa Catarina, 2020 – Foto: Dive/Divulgação/ND

Casos da doença

Conforme o boletim epidemiológico da Dive, no mesmo período de 29 de dezembro de 2019 a 8 de fevereiro de 2020, foram notificados 428 casos de dengue em Santa Catarina. Desses, 52 (12%) foram confirmados e 179 (42%) foram descartados por apresentarem resultado negativo para dengue. Outros 197 (46%) estão sob investigação pelos municípios.

Das 52 confirmações até o momento, sete são autóctones (transmissão dentro do estado), 43 são importados (transmissão fora do estado), um caso está em investigação de LPI (Local Provável de Infecção) e um é indeterminado pois não foi possível definir o local.

Na comparação com o mesmo período de 2019, quando foram confirmados 24 casos, o número de pacientes com a doença mais que dobrou.

Chikungunya e Zika vírus

Até o momento, nenhum caso de febre de chikungunya foi confirmado no Estado, contra três no ano passado. No intervalo de tempo acompanhado, foram notificados 52 casos, porém 21 foram descartados e 31 permanecem como suspeitos.

No mesmo período do ano anterior foram notificados 84 casos da enfermidade, havendo redução de 38% na notificação de casos em 2020.

Por fim, dos 11 casos notificados de zika vírus em Santa Catarina, seis foram descartados e cinco permanecem como suspeitos. No mesmo período de 2019, foram notificados 20 casos. Observa-se, portanto, uma diminuição de 45% na notificação de zika em 2020.

Fonte: NDOnline

%d blogueiros gostam disto: