fbpx
Ultimas Notícias

Nossas crianças sabem respeitar as regras?

Tudo depende do tipo de regra. Muitas crianças e adolescentes preferem criar suas próprias regras, no entanto as mesmas têm como foco principal, favorecer eles mesmos.

Muitas coisas mudaram no decorrer dos anos, quando éramos pequenos, não participávamos ativamente da vida de nossa família.

Os problemas que existiam, eram inteira responsabilidade de nossos pais e por este motivo, até as discussões eram diferentes. Na escola o respeito pelos professores era como o respeito que tínhamos por nossos pais e a autoridade e a razão era sempre deles, portanto as regras faziam parte de nossas vidas.Com as revoluções e transformações acontecendo, tudo o que foi sendo modificado, deixou de acontecer e agora, mais do que nunca os filhos estão inseridos no processo familiar e podem opinar sobre os mais diversos assuntos. As regras passaram também por uma fase de transformações e o que era sim e não, passou a ser talvez.

Se as mudanças aconteceram nas famílias, na escola também e com isso pudemos observar que as instituições deixaram de ter o respaldo dos pais e passaram a ser meras coadjuvantes no processo de ensino aprendizagem e os professores deixaram de ser a autoridade e passaram a somente ensinar suas disciplinas com a mesma maestria de sempre, sem que os alunos obedeçam a regras e normas importantes para a vida.

Neste modelo de educação, pais e professores trocam de papéis no sentido de deixar que algumas decisões sejam tomadas pelas crianças ou adolescentes. Particularmente como mãe e professora não acredito neste modelo de educação, pois é necessário que os pais e professores tomem as decisões cabíveis para cada tipo de situação e neste sentido as regras precisam existir.

Já presenciei cenas em lojas, supermercados onde os pais permitem as escolhas e depois querem negociar por julgarem que a escolha não foi a mais acertada. Que regra é esta, que em um momento pode e instantes depois já não pode mais?  Desta forma começam as exceções e abrimos precedentes para outras negociações.

Creio que algumas escolhas podem ser feitas em família, como o roteiro de uma viagem de férias ou duas opções de roupa, mas acredito que pais e professores precisam ser sensatos ao decidir e ao dividir as responsabilidades com os filhos.

Criar responsabilidades em nossos filhos e mostrar como as regras funcionam é muito mais fácil do que todos imaginam, começa por uma lição de casa entregue na data marcada ou realizada pela criança, na pontualidade em chegar na escola (antes da professora começar a aula), em ir até a sala de aula sozinho, ou até mesmo na hora de tomar banho (não desperdiçando a água e não tendo que pedir muitas vezes).

Então, ainda dá tempo de corrigir nossos erros e tornar nossos filhos adultos saudáveis e prontos para enfrentar o mundo, que não é cheio de carinho e cuidados como nossa casa e também já possui regras estabelecidas. Mãos à obra, tudo depende de nós!!!

%d blogueiros gostam disto: