fbpx
Ultimas Notícias

Como fica o preço da gasolina em SC após redução anunciada pela Petrobras

Sindipetro justifica isolamento social como um dos motivos para redução nos valores não ser sentida em Santa Catarina

Redução de 15% no preço da gasolina começa na quarta-feira (25) – Foto: Gabriel Lain/ND

A redução no preço da gasolina, anunciada pela Petrobras, não deve ser repassada aos consumidores catarinenses. Um dos motivos, de acordo com o Sindipetro (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Santa Catarina), é o isolamento social.

A Petrobras informou às distribuidoras que vai reduzir o preço da gasolina nas refinarias em 15%, em média, a partir desta quarta-feira (25).

Esta é a décima vez que a petroleira diminuiu o preço do combustível este ano, e segue a queda do preço do petróleo no mercado internacional.

De acordo com a consultoria INTL FCStone, o aumento não foi linear, e em algumas praças o preço foi reduzido em R$ 0,20 centavos. Em outras, a queda foi ainda maior.

Mesmo assim, o Sindipetro afirma que o repasse depende do preço ofertado pelas distribuidoras.

“Cabe a cada distribuidora repassar ou não integralmente ou parte do valor do desconto para os postos, levando em consideração fatores como o preço do etanol anidro, frete, além de seus custos”, afirma o sindicato, por meio de nota.

Outro fator que pode afetar o preço da gasolina é a baixa demanda pelo consumo do produto. Segundo o Sindipetro, desde que foi decretado em Santa Catarinao o isolamento social – para conter o avanço do novo coronavírus -, a procura nos postos diminuiu 50%.

Pela lógica apresentada, com a falta de clientes, os postos continuam abastecidos com a gasolina comprada antes da redução de preço.

“Dependendo das vendas de cada estabelecimento, alguns postos não adquiriram produto para entrega nesta quarta-feira”, completa a nota.

Fonte: NDOnline – Com informações do Estadão Conteúdo.

%d blogueiros gostam disto: