fbpx
Ultimas Notícias

Dois pacientes com suspeita de coronavírus em Chapecó estão na UTI

Um dos pacientes é uma criança de apenas cinco anos que está internada no Hospital Regional do Oeste

Coronavírus – Foto: Reprodução/Freepik

Dos cinco pacientes internados com suspeita de infecção pelo novo coronavírus em Chapecó, no Oeste de SC, dois estão na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A informação foi confirmada pelo município na manhã desta quarta-feira (25).  Há oito casos suspeitos no município, sendo que três pessoas estão em isolamento em casa.

Os dois pacientes estão internados em hospitais de Chapecó e de Maravilha. Eles já realizaram exame e aguardam resultado da análise feita pelo Laboratório Central, em Florianópolis. 

Segundo a médica infectologista da Secretaria de Municipal de Saúde de Chapecó, Carina Kolling, os dois pacientes que estão na UTI apresentam condições delicadas de saúde. 

Um dos pacientes é uma criança de 05 anos que está internada no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó. “Clinicamente, foram descartadas as suspeitas pelo histórico clínico da criança, paciente já crônico de longa data”, detalhou Carina. 

Já o outro paciente é um homem, que está internado no hospital de Maravilha. “Não tenho maiores detalhes, mas possivelmente é o paciente mais grave”, comenta a médica. 

Já os outros três pacientes internados estão na enfermaria do hospital de Chapecó e passam bem. Outras três pessoas com suspeita da doença estão em isolamento social em casa. 

Há casos confirmados no município 

Três pacientes foram diagnosticados com Covid-19 em Chapecó. Todos estão com o quadro de saúde estável e sob isolamento domiciliar. 

Os pacientes são: 

  • 1º caso (20/03): gestante, de 33 anos, esteve na Espanha;
  • 2º caso (21/03): homem, de 50 anos, viajou ao exterior;
  • 3º caso (24/03): homem, não viajou ao exterior, mas participou de um evento internacional. Idade não divulgada. 

Santa Catarina tem 109 casos confirmados de coronavírus, conforme dados atualizados na terça-feira. Além disso, há 336 casos suspeitos.  O aumento de casos representa 26,7% em relação aos números anteriores.

Segundo Zeferino, seis pacientes estão internados em UTIs. No entanto, os números podem mudar conforme a entrada de novos casos na rede de saúde. Os demais casos estão em suas residências.

Número de leitos

Além dos 801 leitos em hospitais credenciados da rede pública e filantrópica, o governo de Santa Catarina prevê criar mais 713 leitos de UTI no prazo de 30 dias. Este acréscimo será feito em parceria com a oferta da rede privada de hospitais e espaços oferecidos por empresas, clubes e centros de eventos.

Fonte: NDOnline

%d blogueiros gostam disto: