fbpx
Ultimas Notícias

Restrições de atividades serão prorrogadas em Santa Catarina em função do coronavírus

Governador Carlos Moisés afirma que a retomada de serviços não-essenciais depende da preparação do sistema de saúde para a crise do Covid-19

As medidas restritivas adotadas por Santa Catarina, no combate ao coronavírus, serão prorrogadas por mais alguns dias. A decisão foi tomada na manhã deste domingo (29) em reunião entre o governador Carlos Moisés, os prefeitos das maiores cidades do Estado e os presidentes das 21 Associações de Municípios.

Carlos Moisés disse que a retomada gradual de alguns serviços não-essenciais depende da preparação do sistema de saúde para a crise do coronavírus. Essa organização está condicionada à chegada de recursos e equipamentos de proteção individual (EPIs) por parte do governo federal, além de materiais para leitos de UTI que foram comprados pela Secretaria de Estado da Saúde.

— Todas essas questões nos levam a uma posição muito tranquila de que temos que aguardar um pouco mais para colocar em ação o nosso plano de retomada das atividades econômicas. Precisamos estruturar melhor a nossa rede para que não tenhamos o risco de uma sobrecarga do sistema enquanto os equipamentos ainda estão chegando — afirmou, em nota divulgada à imprensa.

Ainda no comunicado, o governador reforçou a prioridade na preservação da vida em Santa Catarina durante o combate à pandemia da COVID-19.

— Essa decisão está tomada, no sentido de colocar a vida em primeiro lugar em Santa Catarina. Haverá efeitos econômicos muito grandes? Sim, mas o Estado não pode se omitir em um momento como esse. É necessário um esforço extra de cada um para que possamos superar essas dificuldades. Precisamos da união de todos os entes públicos e contamos com o apoio dos prefeitos nesse momento — disse.

Reunião com prefeitos

Pouco antes da divulgação do comunicado oficial do governo, alguns prefeitos já haviam relatado o teor da reunião. O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, afirmou que o Estado não detalhou de que forma e por quantos dias serão prorrogadas as restrições.

Criciúma, que é a terceira cidade de Santa Catarina com mais casos confirmados da doença (13), também participou do encontro. O prefeito Clésio Salvaro disse que ficou decidido, em conjunto, que a partir de agora as futuras decisões e decretos relacionados ao vírus Covid-19 serão debatidos com os prefeitos.

Salvaro também mencionou que o governo deve ampliar para sete, ou até dez dias, as medidas restritivas, e que a decisão deve ser anunciada ainda neste domingo (29).

Fonte: Diário Catarinense

%d blogueiros gostam disto: