fbpx
Ultimas Notícias

Coronavírus: Brasil soma 241 mortes, com mais 40 em um dia

Dados sobre a doença são atualizados pelo Ministério da Saúde nesta quarta (1)

Coronavírus: Brasil soma 240 mortes pela covid-19(Foto: Carl de Souza, AFP)

O Brasil soma 241 mortes por coronavírus nesta quarta-feira (1) desde início da pandemia no mundo. Foram 40 óbitos em um dia – na terça (31) o País tinha 201 óbitos -, conforme os dados divulgados pelo Ministério da Saúde. O número de casos positivos para a covid-19 também aumentou. São 6.836 brasileiros infectados pelo vírus.

Na atualização feita pelo painel do coronavírus no Brasil, às 17h desta quarta-feira (1), eram 240 mortes registradas. Um novo óbito foi informada pela Ministério da Saúde horas depois, totalizando as 241.

​Em Santa Catarina, segundo dados do Ministério da Saúde, são 235 casos confirmados para o novo coronavírus, com duas mortes registradas. Às 18h desta quarta-feira, o governo de SC atualizou os números sobre a covid-19 em SC, que passa a contabilizar 247. ​

Somente 7 estados do Brasil não têm mortes por coronavírus registradas. Todos, incluindo o Distrito Federal, têm casos confirmados. Os estados sem mortes pela doença são: Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Roraima, Sergipe e Tocantins. Depois de São Paulo, aparecem com mais óbitos os estados do Rio de Janeiro (28), enquanto Ceará e Pernambuco têm 8 cada. Na Região Sul são 9 mortes por covid-19 (1,2% do País), sendo 4 no Rio Grande do Sul, 3 no Paraná e 2 em Santa Catarina.

Ministros relatam medidas contra coronavírus

Em entrevista coletiva no Planalto – iniciada no mesmo instante da atualização dos dados nacionais – o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, informou que alunos em últimos anos de cursos de medicina e enfermagem podem se inscrever para receberem bolsas de estudo e atuarem no combate ao coronavírus em hospitais e unidades de saúde.

– Estes alunos têm que vivenciar este momento e estarão sob supervisão. Pode ser um grande aprendizado a quem dedica suas vidas para salvar vidas – falou.

Profissionais de saúde habilitados e que não estão em atividade também foram convocados por Mandetta. Estes podem ser enviados em outros estados, que têm maior demanda, com despesas pagas. Segundo ele, mais de 3.000 já se inscreveram e se disponibilizaram. O ministro ainda abriu um canal para receber ideias de todo o País que tenham ideias para contribuir no combate e unir iniciativas semelhantes e desenvolvidas isoladamente. O ministro falou que nesta quarta-feira (1) os 500.000 testes rápidos adquiridos pelo País já começaram a ser distribuídos para os estados.

Marcos Pontes, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, apontou que o ministério deslocou esforços da pasta para pesquisa voltada à produção de mais testes para coronavírus para ser disponibilizado no Brasil, assim como elevar a produção nacional do álcool em gel e equipamentos para tratamento de casos graves.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, informou que o Brasil conseguiu repatriar mais de 10.000 cidadãos que estavam no exterior e outros 5.800 estão na lista do ministério para retornarem, inclusive com a possibilidade de voos não comerciais, medida já utilizada em países em que não há mais disponibilidade de voos. Ele ainda pede que os brasileiros fora do País façam contato com embaixadas e o próprio ministério para se identificarem e pedirem auxílio pelo regresso ao território nacional.

Fonte: NSC

%d blogueiros gostam disto: