fbpx
Ultimas Notícias

BLACK SABBATH E SUAS FASES – PARTE I

DEGUSTE ROCK! - Por: Elias Scopel Liebl - Apaixonado por música principalmente rock e metal, formado em agronomia, músico nas bandas Caramba Trio e Sabre.

Formado em 1968 em Birmingham, na Inglaterra, a banda Black Sabbath teve durante toda sua trajetória várias formações, e em 2017 decretou seu fim, com um show de despedida na mesma cidade onde começou. O grupo teve várias formações, mas, sem sombra de dúvida, a composição mais conhecida (e mais importante) é aquela da qual fazem parte o vocalista Ozzy Osbourne, Ronnie James Dio, Ian Gillan e Tony Martin. O guitarrista Tony Iommi é o único membro que participou de todas as fases. Nesta coluna e nas próximas semanas, a Deguste Rock! vai explorar as diferentes fases do Black Sabbath, esse que é um dos maiores grupos da história do rock.

1968-1977: Tony Iommi, Bill Ward, Geezer Butler e Ozzy Osbourne

Tony Iommi e o baterista Bill Ward deram o pontapé inicial, se unindo ao baixista Geezer Butler e ao vocalista Ozzy Osbourne para formar o grupo Polka Tulk Blues Band, que logo mudou o nome para Earth. Na época, um filme chamado Black Sabbath lotava os cinemas e chamou a atenção do grupo – que, de pronto, rebatizou a banda. Em 13 de fevereiro de 1970, lançaram o primeiro álbum, e logo ganharam disco de platina pelas vendas. Lançaram sete discos de estúdio e, em 1977, após a turnê do álbum Technical Ecstasy, Ozzy deixou o grupo, alegando luto pela morte do seu pai, além dos problemas com dependência de álcool e drogas.

1978: Tony Iommi, Bill Ward, Geezer Butler e Dave Walker

A saída de Ozzy em novembro de 1977, fez o resto do grupo correr rapidamente atrás de um novo vocalista. Nome sugerido foi, Dave Walker, do Fleetwood Mac. Sua única aparição foi em janeiro de 1978. No youtube é fácil encontrar o grupo ensaiando a canção “Junior’s Eyes”.

1978-1979: Tony Iommi, Bill Ward, Geezer Butler e Ozzy Osbourne

Ozzy tenta sem sucesso iniciar a carreira solo e resolve retornar ao Sabbath. Gravam em 1978 o álbum Never Say Die!. O disco não foi bem aceito pela crítica, e os constantes conflitos internos fizeram o grupo decidir pela saída de Ozzy, justificando sua tendência ao abuso de drogas e álcool (os outros integrantes tinham problemas semelhantes).

1979-1980: Tony Iommi, Bill Ward, Geezer Butler e Ronnie James Dio

A saída de Ozzy trouxe para o grupo o vocalista Ronnie James Dio (ex-Elf e Rainbow) e, de imediato, a banda em nova formação entrou no estúdio para gravar o álbum Heaven and Hell, lançado em 1980. O baixista Geezer Butler também chegou a cair fora da banda, em 1979, e foi substituído pelo ex-baixista do Rainbow, Craig Gruber. Mas, sentindo que vinha por aí trabalho bem feito, Geezer acabou voltando a tempo para regravar todas as canções do disco. O álbum Heaven and Hell ganhou disco de ouro e provou ser um grande retorno comercial.

1980-1982: Tony Iommi, Geezer Butler, Ronnie James Dio e Vinny Appice

Assim que Heaven and Hell foi lançado, Ward, no auge do seu alcoolismo, deixou a banda. Seu substituto foi o baterista Vinny Appice, que permaneceu para gravar o décimo álbum do grupo, Mob Rules, lançado em 1981. A turnê rendeu o álbum ao vivo Live Evil, que só foi lançado em 1982. Os conflitos dentro da banda, principalmente durante a mixagem do disco ao vivo levaram a banda à ruptura. Dio deixa o grupo e leva Appice com ele, dando assim início à sua promissora carreira solo.

1982-1983: Tony Iommi, Geezer Butler, Bill Ward e Ian Gillan

Bill Ward fica sóbrio e retorna a banda. O trio Iommi, Butler e Ward decidem seguir em frente com um novo cantor e com um novo nome, embora a gravadora pressionasse para que não houvesse a mudança. Por fim, o nome Black Sabbath permaneceu. Iommi, contatou David Coverdale (Whitesnake), mas o cantor recusou a proposta. Ian Gillan (ex-Deep Purple) estava com a agenda livre e aceitou o convite. O resultado foi o belíssimo álbum Born Again, lançado em 1983. Os críticos da época apelidaram o disco de “Black Purple”, e teve significativa vendagem. Chegou ao quarto lugar nas paradas da Inglaterra.

Fica ligado aqui na Deguste Rock! porque, nesta semana que vem, tem mais fases dessa que é uma das maiores bandas da história do rock. Até lá, passe a semana escutando Black Sabbath!

%d blogueiros gostam disto: