• 09/08/2020

Santa Catarina supera média brasileira de casos de coronavírus a cada 1 milhão de habitantes

Santa Catarina ultrapassou a média brasileira de casos confirmados de coronavírus para cada 1 milhão de habitantes. Com os mais de 100 mil casos registrados nesta sexta-feira, o Estado tem agora 14.177 pacientes diagnosticados com covid-19 entre cada 1 milhão de moradores. No Brasil, o índice é de 14.096.

O Estado não ultrapassa a média brasileira de casos por milhão desde 1º de abril, quando a pandemia começou a se espalhar rapidamente por Estados do Norte e Nordeste do país, além de São Paulo e Rio de Janeiro.

Veja no gráfico abaixo a evolução do índice em SC e na maioria dos Estados

O índice per capita superior ao nacional indica que a contaminação pelo coronavírus tem sido mais intensa no Estado, enquanto na média geral do Brasil já perdeu velocidade. 

Na semana passada, o Estado já tinha superado a média de casos por milhão de São Paulo. Agora, o número de casos proporcionais também é 57% superior à média da Região Sul, que apresentou nesta sexta-feira um índice de 8.990 pacientes por milhão. No Rio Grande do Sul o índice é de 6.945 casos por milhão, o mais baixo do país, enquanto no Paraná é de 7.775, o terceiro menor do Brasil. 

Uma das explicações para o aumento per capita de casos está no fato de o Estado ter ampliado a testagem, tanto na rede pública quanto na privada. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, até esta sexta-feira, 341.175 testes foram realizados em Santa Catarina, dos quais 211.646 pelo método PCR, 127.180 testes rápidos e 2.349 diagnosticados por critérios clínicos pelos médicos, quando o paciente se relaciona com outro já diagnosticado por meio de testes e apresenta sintomas para covid-19.

A pior situação do país é de Roraima, com taxa de 58.670 casos por milhão de habitantes, seguido por Amapá (44.888 pormilhão).

Taxa de letalidade volta a crescer em Santa Catarina

Outro indicador de Santa Catarina que se opõe à média nacional é a taxa de letalidade para covid-19, ou seja, o percentual de pessoas infectadas com o novo coronavírus morreram. Conforme o boletim desta sexta-feira, 1.400 pessoas já perderam a vida devido às complicações da covid-19 em SC.

Nesta sexta-feira, o índice do Estado ficou em 1,38%, é o mais alto desde 23 de junho, quando a linha começava um movimento de declínio (veja no gráfico abaixo). O Estado atingiu o nível mais baixo em 10 de julho: 1,14%. Mas desde então voltou a subir gradativamente. Somente no mês passado, 824 pessoas morreram. Em agosto, já são 199.

Por outro lado, o índice de letalidade do Brasil está em que gradativa desde 12 de maio, quando atingiu 6,98%. Tanto o Brasil quanto Santa Catarina apresentavam índices altos de mortalidade no início da pandemia, o que é explicado pela baixa testagem da população, priorizando os casos mais graves. Quando a testagem passou a ser ampliada, a partir de maio, as linhas começaram a se estabilizar.

Fonte: NSC