• 09/08/2020

SC confirma 104 mil casos e soma 1.419 mortes por Covid-19

Santa Catarina chegou neste sábado (8) a marca de 104.749 casos confirmados de Covid-19. No total, 1.419 pessoas já morreram por conta da doença desde o início da pandemia. Em 24 horas, foram acrescentados ao boletim 3.167 diagnósticos positivos e 19 mortes. A taxa de letalidade no Estado é de 1,35%.

Segundo a SES (Secretaria de Estado de Saúde). 293 cidades catarinenses já tiveram ao menos um caso confirmado. Os dados deste sábado mostram que 172 já registraram mortes – o que representa 58% dos municípios.

O líder do ranking permanece sendo Joinville, 8,8 mil casos, seguida por Blumenau (6.241), Balneário Camboriú (4.862), Florianópolis (4.606), Chapecó (4.325), Itajaí (3.995).

Novas vítimas

Segundo o último boletim, Balneário Camboriú registrou três mortes. As vítimas têm entre 50 e 90 anos apresentavam comorbidades. Logo atrás, está Brusque e Cocal do Sul, com duas mortes cada.

Veja a lista: 

  • Araranguá
    mulher, 88 anos, sem comorbidades registradas
  • Balneário Camboriú
    homem, 82 anos
    homem, 74 anos
    mulher, 51 anos
  • Braço do Norte
    mulher, 86 anos
  • Brusque
    homem, 78 anos
    homem, 72 anos
  • Campos Novos
    mulher, 84 anos
  • Cocal do Sul
    mulher, 68 anos
    homem, 68 anos
  • Indaial
    mulher, 83 anos
  • Itapema
    mulher, 63 anos
  • Jaraguá do Sul
  • mulher, 77 anos
  • Joinville
    homem, 58 anos, sem comorbidades registradas
  • Palhoça
    homem, 48 anos, sem comorbidades registradas
  • São João Batista
    mulher, 58 anos
  • Timbó
    mulher, 85 anos
  • Tubarão
    homem, 84 anos, sem comorbidades registradas
  • Xanxerê
    mulher, 76 anos

Taxa de ocupação

Em alerta vermelho no início de julho, a taxa de ocupação dos leitos de UTI  pelo SUS (Sistema Único de Saúde) é de 78,9%, segundo a SES. O número que dos 1.422 leitos existentes no Estado, 300 estão vagos e 1.122 estão possuem pacientes. Conforme o governo do Estado, 509 pessoas já possuem o diagnóstico confirmado ou estão com suspeita de Covid-19.

Fonte: ND Online