• 19/09/2020

Como vencer o desânimo!

Todos enfrentamos circunstâncias que nos desencorajam como provas no trabalho, crises de saúde ou tempestades relacionais. Tudo isso nos leva a desanimar e querer jogar a toalha.


Timóteo, discípulo de Paulo, enfrentou muitas provações como perseguição e forte oposição. Antes de morrer, Paulo sabia que tinha que cuidar do espírito de seu querido amigo, colaborador e discípulo e escreveu-lhe uma carta de amor na qual expressou o seguinte conselho: “… Lembro-lhe que acenda o fogo do dom espiritual que Deus lhe dá deu … ”(2 Timóteo 1: 6).


Paulo deu-lhe uma pérola de sabedoria. Ele recomenda que você abane o fogo do presente de Deus. Que significa isso? Deixe-me ilustrar isso com um exemplo.


Se você gosta de preparar um bom churrasco, uma deliciosa tradição da nossa região, sabe que o carvão precisa ter a quantidade exata em relação da carne que se vai assar, pois senão o fogo apaga (já errei muito assim). Precisamos alimentar o fogo que acendemos, não é diferente com o nosso coração.


É o mesmo em nossa vida: Deus acendeu um fogo em nós. Ele começou um trabalho em nós. Por mais desanimado que você esteja, você deve alimentar o fogo do presente de Deus em sua vida. Não é de responsabilidade de seus amigos, seus pais ou seu cônjuge. É sua responsabilidade fazê-lo.


Amigo leitor, meu objetivo é lhe mostrar que todos nós temos limitações e passamos por dias maus. Não estamos isentos a pensamentos de desânimo e medo, entretanto maior é o que está em nós. Algo que costumo fazer quando esse tipo de pensamentos me rodeiam é lembrar do sacrifício de Jesus na cruz, lembrar do que ele suportou para que fossemos perdoados.


Precisamos aprender a governar sobre nossas emoções e sentimentos. As doenças e síndromes possuem probabilidade de se proliferar quando nosso emocional se encontra abalado.


Há quem diga e eu particularmente acredito muito nisso, que Jesus é o maior psicólogo que já andou na terra, ele obtinha a capacidade de ouvir, entender e curar todas as pessoas que solicitavam sua ajuda. Ele não mudou, continua o mesmo, atendendo quem chamar por ele.
Deus abençoe, você é muito maior que as circunstâncias!