• 26/10/2020

Atividade econômica de SC cresceu 3,4% em agosto

Mês registrou o segundo melhor resultado de 2020, segundo prévia do BC

Segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC) nesta semana, a atividade econômica de Santa Catarina cresceu 3,4% na passagem de julho para agosto, com ajustes sazonais. O índice revela a rápida recuperação da economia catarinense. No auge da crise, em abril, o indicador, que mede a prévia do PIB, chegou ao pior resultado dos últimos dez anos. Entretanto, nos últimos quatro meses, o Estado acumula alta de 13,3%, fazendo com que a economia até ultrapassasse os patamares pré-pandemia. Neste sentido, o PIB catarinense em agosto foi o segundo melhor de 2020: só perde para janeiro.

“Alguns setores estão demorando um pouco mais, com [retomada em formato de] ‘U’, mas a maior parte dos setores está retomando em ‘V’. Bateu no fundo e já recuperou rapidamente. […] A economia como um todo, principalmente a industrial, está recuperando muito bem”, disse o diretor de inovação e competitividade da Fiesc, José Eduardo Fiates.

A retomada em Santa Catarina tem sido mais rápida do que a média nacional. Enquanto o Estado já retomou os patamares pré-pandemia, o país cresceu de forma mais discreta.

“Registramos um dos maiores crescimentos do país, o que reforça que tomamos as medidas necessárias no momento certo”, destacou o governador do Estado, Carlos Moisés da Silva.

Apesar de somar recuperação nos últimos quatro meses, a economia nacional ainda está abaixo do que era observado em fevereiro (-4,2%). Na comparação com agosto do ano passado, a economia encolheu 2,7%.

Entretanto, a queda foi mais brusca a nível nacional na comparação com o Estado. Em abril, quando as restrições estavam mais rígidas em praticamente todo o país, o índice de atividade econômica brasileira chegou ao seu pior resultado desde 2006.

Fonte: RCN